segunda-feira, 13 de julho de 2009

Sarney agiu. Ótimo (13/07)

O presidente do Senado fez o que tinha que fazer. Demorou, mas fez. Anulou os atos secretos. Agora, a luta será para implementar a decisão. Mas José Sarney recebe o crédito por ter dado o primeiro e importante passo. É o que escrevi na coluna de domingo (post anterior) do Correio Braziliense. O Senado não terá sossego enquanto essa história pairar por aí como um fantasma. Pode ter o apoio que for do Palácio do Planalto, que não terá sossego. E Sarney sabe, melhor que ninguém, que só há uma saída nesta crise: agir. Bom que tenha começado a fazê-lo.

twitter.com/AlonFeuerwerker

youtube.com/blogdoalon


Assine este blog no Bloglines

Clique aqui para mandar um email ao editor do blog

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo

1 Comentários:

Blogger Richard disse...

PÔXA ALON!!! Parece até que vc não sabe como estas coisas funcionam. Os atos secretos NUNCA foram legais!!! Sem terem sido publicados, não existem efeitos práticos... só existiam exatamente pq os interessados neles fingiam que eles eram atos LEGAIS.

Ninguém contestava, entende?! Se ninguém contesta, então continua valendo... como um contrato "de gaveta", algo que se puxa e mostra, mas só para dar um cala-boca!!!

Caraca Alon, nem parece que vc vive em Brasília!!!!!!!

quarta-feira, 15 de julho de 2009 17:03:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home