sexta-feira, 6 de março de 2009

Tocando a bola de lado (06/03)

Há algum tempo não escrevo sobre os juros, até porque não há novidade a dizer. Eles seguem altíssimos e empurram a economia para a estagnação. Os números de hoje da produção industrial foram péssimos. As razões? A principal é a secura do crédito. Sobre esse assunto, tudo que precisava ser dito já foi. A decisão está nas mãos de Luiz Inácio Lula da Silva, que é quem nomeia e demite o comando do Banco Central. O Brasil precisa cortar a Selic não em um, mas em muitos pontos, e já. E precisa dar um jeito -qualquer jeito- no "spread" bancário. Este post é curto porque a hora de debater já passou. A hora é de agir. Vamos ver se o presidente, do alto de sua popularidade, tem a fibra necessária. Ou se vai continuar tocando a bola de lado no meio de campo.

Acompanhe este blog pelo twitter.com

Assine o canal deste blog no YouTube

Assine este blog no Bloglines

Clique aqui para mandar um email ao editor do blog

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo

6 Comentários:

Anonymous Lima disse...

Acho que falta fibra mesmo no presidente pra enfrentar esses poderosos.

sábado, 7 de março de 2009 13:56:00 BRT  
Anonymous James disse...

Falta dizer que o principal culpado pelas elevadas taxas de juros é o próprio governo, que toma emprestado para si 80% do dinheiro disponível no mercado. Empresta muito, gasta mal e para piorar não paga a dívida, rola. Se ele conseguisse diminuir em 10% o que empresta, certamente os juros cairiam significativamente, pois os bancos ficariam com uma bolada na mão, parado e sem remuneração

sábado, 7 de março de 2009 21:19:00 BRT  
Anonymous ana B. disse...

O momento é este. Lula perderá a oportunidade de passar para a historia se não exigir ao presidente do BC uma queda do juros de no minimo 3%. O mundo TODO está reduzindo a taxa de juros. Apenas MEIRELES permanece com sua politica de beneficiar os BANCOS, que já ganharam MUITO.

domingo, 8 de março de 2009 08:05:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Demitir o presidente do Banco Central, zerar o juro, é fácil,como se viu no "primeiro mundo"(?);nacionalisar os bancos também ,não é difícl(idem). E depois?
Tem 2010,ou terceiro mandato,ou deposição? A escolha ,segundo o método:"preso por ter cão, e por não ter",torna a decisão "une promenade sur l´herbe"...

domingo, 8 de março de 2009 11:22:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Aposto mais nas soluções macunaímicas.Lá, meca do capitalismo,
origem do problema,os economistas. especialistas e uma legião de iluminados,permanece às escuras,na penumbra da dúvida, esgrimindo suas bengalas brancas.

domingo, 8 de março de 2009 18:40:00 BRT  
Blogger Richard disse...

NÃO TEVE NO INÍCIO DO 1º MANDATO, NÃO TERÁ AGORA!
Como disse um Anônimo aeh: tem eleição em 2010. Cs acham que Lula vai arriscar fazer o que deveria ter feito desde o primeiro dia da presidência!?!?!

segunda-feira, 9 de março de 2009 18:01:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home