quarta-feira, 18 de março de 2009

Jogo do Poder com Pedro Simon (18/03)

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) é o entrevistado desta quarta-feira em Jogo do Poder, programa que eu apresento às 22:30 na CNT, logo após o CNT Jornal. Veja aqui como sintonizar em sua cidade. Participa também o jornalista Otávio Cabral, da revista Veja. Para ver os programas anteriores, clique aqui e role a página para baixo.



Clique na imagem para ver a primeira parte da entrevista. Nos links abaixo, a íntegra:

Parte 1 - Parte 2 - Parte 3 - Parte 4 - Parte 5


Acompanhe este blog pelo twitter.com

Assine o canal deste blog no YouTube

Assine este blog no Bloglines

Clique aqui para mandar um email ao editor do blog

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo

3 Comentários:

Blogger Carolina disse...

Gostei muito da entrevista com o Senador Pedro Simon ontem.
Espero que a CNT continue no ar por muito tempo pois imagino quanta pressão não devam sofrer por programas corajosos como este.
Ouvi com surpresa e esperança as palavras do Senador e espero que já tenhamos campo fértil o suficiente para que não sejam apenas palavras bem intencionadas jogadas ao vento...que não promovam a mudança necessária...apenas indignação da população. Espero também que a FGV, citada na entrevista, faça bom uso do contrato que celebra com o governo e aproveite a oportunidade para representar todos os brasileiros nesta reforma tão importante...vou ficar de olho!
Carolina - São Paulo

quinta-feira, 19 de março de 2009 11:39:00 BRT  
Anonymous Lima disse...

Pra mim a questão das medidas provisórias é simples.
O executivo quer trabalhar e está trabalhando. Agora o congresso é aquela plasta de sempre que faz muito pouco pelos assuntos que tocam diretamente a população.

quinta-feira, 19 de março de 2009 15:20:00 BRT  
Blogger Gilmar Antonio Crestani disse...

Comentário tardio, mas deixo o registro. Simon é um paladino da ética do Mampituba pra cima. Até agora manteve-se em silêncio a respeito do mar de lama que soterra o governo de sua pupila no RS. Também nunca fez sequer um comentário a respeito do comportamento de seu conterrâneo e correligionário, eternamente envolvido em falcatruas, Eliseu Padilha.Simon não passa de um ator de péssima atuação. Só convence quem não o conhece.

sábado, 21 de março de 2009 19:38:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home