sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Só para registro (06/02)

Como previsto aqui desde novembro (Cada um por si), o protecionismo está com tudo -e avançando.

http://twitter.com/alonfe

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog.

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

1 Comentários:

Anonymous Clever Mendes de Oliveira disse...

Alon Feuerwerker,
Como você disse no título: “Só para registro”. No fundo é assim que caminha a humanidade: solta sem ser prisioneira de dogmas. Nós os mortais é que não conseguimos fugir deles. E vivemos criticando os outros quando não os têm. Se Lula defende a liberação do etanol lá fora, as pessoas aqui dentro o criticam. Se Lula defende o MST aqui dentro, as pessoas aqui dentro também o criticam. Não conseguem ver que se tem de agir conforme as circunstâncias.
As circunstâncias atuais mostram a tendência ao protecionismo, e, portanto, o país tem de se preparar para ele, e não ficar ouvindo os que defendem o livre comércio. Ao mesmo tempo o governo deve saber que há diferença entre o que ele diz e o que ele faz. Assim o discurso do governo pró livre comércio não pode impedi-lo de adotar medidas protecionistas se for do interesse do governo.
Na verdade as medidas protecionistas só são recomendáveis se você estiver trabalhando com um alto déficit público, pois isso cria um déficit de conta corrente também elevado. Por enquanto, esse não é o problema brasileiro, mas se o Brasil tiver que recorrer ao déficit público para relançar a economia ele deveria voltar-se também para o protecionismo.
Clever Mendes de Oliveira
BH, 06/02/2009

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 13:09:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home