sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Só descobriram agora (16/01)

Do Valor Econômico:
    O IGP-10 de janeiro mostrou a maior deflação da história. A queda foi de 0,85%, mais que o dobro das projeções dos analistas. O IPA, o índice que deveria estar acusando com mais intensidade as pressões cambiais, é justamente o que mais recua, caiu 1,5% no mês. Os juros declinaram pesadamente ontem no mercado futuro. A taxa para o fim do ano cedeu de 11,59% para 11,41%. O juro do swap de 360 dias baixou de 11,56% para 11,45%. Amplia-se a cada dia o contingente de analistas que passa a ver no corte imediato da Selic em 1 ponto uma providência natural e inescapável. Duas das mais importantes consultorias do país, a AC & Pastore e a MB Associados, revisaram suas expectativas de corte para 0,75 ponto.
http://twitter.com/alonfe

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog.

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

2 Comentários:

Anonymous Marcos disse...

O corte dos juros em 1% na pratica aumenta os juros reais, já que a inflação para o período de 12 meses
provavelmente cairá mais que 1%.
Continuamos jogando dinheiro no lixo da Banca. Foi assim nos tempos das vacas gordas e parece que continuará nos tempos das vacas magras.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009 18:45:00 BRST  
Anonymous Jura disse...

Ou seja, se vier o corte de 0,75, os juros irão subir...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009 19:02:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home