terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Dois gráficos reveladores da fraude - ATUALIZADO (23/12)



A análise que a consultoria Tendências distribuiu esta semana aos seus clientes contém dois interessantes gráficos de barras. Clique na imagem acima para ampliá-los numa janela separada. O da esquerda mostra a queda vertical dos preços, em reais, de importados. Ou seja, o mergulho internacional das commodities vem compensando em larga escala a desvalorização da nossa moeda. O da direita revela que os estoques das empresas estão lá em cima. Ou seja, os dois principais argumentos que poderiam justificar os juros altos são furados. E se a Tendências sabe disso o Banco Central também sabe. Não há ameaça de importarmos inflação, nem risco de faltar produto. Ou seja, como escrevi em post anterior, a última ata do Comitê de Política Monetária é uma fraude. Não há cenário algum de incerteza quanto à inflação. O que há é uma ameaça real de recessão.

Atualização às 19:48 de 25/12 - Após a observação de um anônimo, vou trocar "queda vertical" por "desaceleração vertical", na terceira linha. O que não muda o sentido do post. E para o anônimo e outros eventuais interessados segue o link para o relatório da Tendências.

http://twitter.com/alonfe

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog.

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

11 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Fraude ou simplesmente mais um capítulo da mesma novela "Façam Serra Presidente" de qualquer jeito, estrelado pela grande imprensa e pelo Bacen, segundo os quais é necessário criar uma crise forte no Brasil para desestabilizar a candidatura do "poste" lulista???
Sem contar que a única meta do Bacen, como um reles e mero representante do setor bancário privado, é manter os ganhos estratosféricos da banca privada (com duplo sentido).

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 09:16:00 BRST  
Anonymous the talk of the town disse...

Alon,

Oras caro companheiro, isso já aconteceu antes. E vai acontecer varias vezes. Pq? Pq o "modelo" de autonomia/independencia da autoridade monetaria (vulgo BC) permite isso.

Quer exemplos?

1 - Arminio Fraga baixando os juros até julho das eleições de 2002 em meio a uma disparada do cambio e da inflação cedendo pressoes do Serra. E deixando de subi-la por 4 reunioes seguidas. Ninguem fala, mas essa é uma das causas do surto inflacionario que o Lula pegou qdo assumiu. Muito menos que o "risco PT".

http://www.bcb.gov.br/Pec/Copom/Port/taxaSelic.asp

2 - O "rocambole aritmetico" (termo do Delfim) que o BC fez para mudar a meta de inflação em 2004. Oras, o que ocorreu naquele momento, foi que o BC deu o braço a torcer. Mas a questão é, por qto tempo essa justificativa valeu pra manter os juros altos? Arrumar uma justificativa com prazo de validade é uma estrategia. Só os tolos não veem isso.

http://www.estadao.com.br/arquivo/economia/2004/not20041110p23600.htm

3 - Qdo o BC aumento em 0,25% os juros qdo do lançamento do PAC. Não era pirraça. Era um sinal do mercado financeiro, atraves dos seus vassalos dizendo que façam o que quiser, mas não toquem no BC. Tanto é que o Lula não trocou o Meirelles no começo desse ano. Dizem pq ele (Meirelles) é um bom estrategista. Na verdade o merito dele foi acreditar nos sinais que vinham do Planalto. Sentiu o cheiro de queimado, olhou pro rabo e resolveu agir. Qdo Lula resolveu agir, era tarde demais (o Mercado Financeiro já mandava seus recados).

Enfim, quero mostrar é que o modelo que utilizamos, permite que o BC tome atitudes como estas, isso é historico. Fraudes, mentiras, "rocamboles". etc. etc. Vc vai encontrar em 3 a cada 4 atas dos COPOM.

Os voto não são abertos. As maldades são feitas no escurinho.

O BC não presta conta à casa do Povo. E mesmo se prestasse, aonde achariamos deputados e senadores corajosos o bastante?

A instancia superior ao COPOM é o CMN. Uma piada sem graça. O BC faz a secretaria do CMN. Ele quem manda na pauta.

Nossas metas são anuais. Como se a luta com a inflação tivesse começo e fim. Deveria ser corrida. O BC deveria analisar a inflação dos ultimos 12 meses e as expectativas dos 12 meses pra frente. Tem gente que defende 18 meses pra "atenuar" as sazonalidades (eg.: compras escolares de janeiro por exemplo).

Bem, posso fazer inumeras outras propostas, mas acho que muita gente já fez isso. E desistiu. Não há razão para que eu entre nessa "unholy war". Pelo menos, não agora.

Então, me estranha ver vc enxergar a fraude só agora. A fraude está ai a muito mais tempo.

E pior que o BC que o Lula montou. Só o Supremo que ele escolheu.


Abçs,

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 09:39:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Bobagem culpar o Serra, ele é o mais ferrenho opositor deste Banco Central. E depois quem pode demitir o Meirelles é o Lula, e não o Serra. O Alon já explicou isso.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 10:27:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Se o Lula não demite o cara que supostamente está demolindo o governo dele, então ele tem mesmo é que cair fora. Parem de falar do Serra, o Serra não é o presidente da República.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 10:49:00 BRST  
Anonymous the talk of the town disse...

Anonimo,

Ou vc não sabe ler. Ou sabe e finge que não sabe.

Pelo visto vc tem acesso à internet faça uma pesquisa basica (eu ate coloquei o link das taxas de juros pra facilitar, pq estou acostumados com "trolls" tucanalhas e petralhas que vivem nos comentarios de blogs).

Se vc me mostrar uma correlação positiva entre a queda de juros do começo de 2002 e as expectativas de inflação, eu paro de falar do Serra.

Mas isso, e se vc não fosse um trollzinho entenderia, é do jogo.

Não se engane, o PT vai abaixar os juros na vespera das eleições, com inflaçao ou sem inflação.

Pq? Bem, leia o comentario de novo.

Para eles, o Brasil é que se dane...

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 11:26:00 BRST  
Blogger César S. disse...

Bem importante este material, Alon. O que o BC responde?

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 13:54:00 BRST  
Anonymous Radical Livre disse...

O Meirelles está preparando a cama para sair do governo ainda na bonança e depois, caso a crise estoure, poder ficar dizendo (com o apoio da oposição e do mercado financeiro) que o PT sozinho não tem competência para cuidar do BC.

O próximo presidente do BC tem que ser muito bem escolhido, alguém que saiba operar mas que não seja parte do mercado.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 14:58:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Gráficos "tendenciosos"...ou "skyline" da av. Paulista,antes e depois da CRISE!!!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008 15:49:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

É duro ter que falar certas coisas para quem tem profundo conhecimento matemático. Mas vá lá. O gráfico de barras da esquerda não mostra, na verdade, índice de preços de importações. Mostra a VARIAÇÃO do dito índice.
O que o gráfico de barras demonstra é que está havendo, sim, aumento forte do custo em reais das importações brasileiras. O que houve em novembro foi forte DESACELERAÇÃO desse aumento, ou seja, houve forte redução na VARIAÇÃO POSITIVA do índice.
Não é de se estranhar. O Brasil é forte exportador de commodities, mas não é grande IMPORTADOR de commodities.
Do seu criado, sempre ao seu dispor, Anônimo.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008 19:37:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

O que está em jogo na observação não é um preciosismo vocabular. Trata-se, na verdade, de chamar atenção para um diferença conceitual importante. Os preços das importações em reais subiram nos últimos meses, ao contrário do que supõe o seu texto. E subiram muito. É claro que esse aumento teria que ser menor no mês passado, uma vez que houve relativa estabilização do dólar no período.
O importante na minha opinião é verificar que o aumento do índice de preços dos importados deriva da extrema VOLATILIDADE do câmbio, esta sim, provocada pela política passada do Banco Central, sempre elogiado pelo blogueiro.
O que se fez, no passado, foi valorizar excessivamente o real com juros diferenciais inexplicavelmente altos.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008 21:54:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Anônimo, vc realmente acredita que o cenário é de pressão inflacionária? Ou está só de picuinha?

domingo, 28 de dezembro de 2008 19:03:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home