sábado, 10 de maio de 2008

A digital dos Estados Unidos (10/05)

Alguém um dia, a partir de um post que coloquei sobre a Bolívia, perguntou-me que elementos eu tinha para dizer que os Estados Unidos estão por trás do separatismo das províncias mais ricas do país vizinho. Para ajudar no debate, trago reportagem de hoje da Reuters, publicada no UOL:

Evo Morales acusa EUA de apoiar divisão da Bolívia

Por Carlos Alberto Quiroga
LA PAZ (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, acusou no sábado os Estados Unidos de tentar dividir seu país ao negar-se a condenar abertamente um estatuto sobre a autonomia aprovado há seis dias na rica região de Santa Cruz. Morales disse em uma entrevista coletiva que a atitude dos Estados Unidos ficou em evidência há uma semana na Organização dos Estados Americanos (OEA), quando o representante norte-americano foi o único a se recusar a denunciar o caráter inconstitucional do autogoverno de Santa Cruz. "Foi um (Estados Unidos) contra todos os países da América que não quis dizer que o estatuto sobre a autonomia atenta contra a legalidade", afirmou Morales, que não reconhece a validade do referendo do último domingo em Santa Cruz, em que foi aprovado o polêmico estatuto ainda que com elevada abstenção. "Se há um defensor aberto (do estatuto) que busca a divisão da Bolívia, que não quer que se respeite a legalidade e a constitucionalidade são os Estados Unidos", disse Morales.


Clique aqui para ler na íntegra. Faço um registro sobre a timidez do governo brasileiro diante das ameaças de desagregação da Bolívia. Talvez uma explicação esteja na articulação dos interesses empresariais brasileiros com os de seus colegas bolivianos. Como pode ser verificado em reportagem do Globo Online que você lê clicando aqui. Um trecho:

Por outro lado, o chamado "estatuto autonômico" garantiria às autoridades da região [Santa Cruz de la Sierra] maior independência no recolhimento de impostos e a outorga de títulos de propriedade de terras, o que agrada muito os brasileiros que são os grandes responsáveis pela prosperidade no departamento: os produtores de soja, os pecuaristas e a própria Petrobras, com sede em Santa Cruz de la Sierra (...)

Faz tempo que não escrevo sobre a situação boliviana. O resumo da ópera: uma elite que governou o país por séculos e conviveu bem com a centralização, enquanto tinha a chave do cofre, agora quer uma descentralização para evitar que o governo progressista de La Paz transfira renda dos mais ricos para os mais pobres. A Venezuela e o Equador estão com Morales. Já os Estados Unidos são o principal estimulador do separatismo. Houve recentemente um plebiscito ilegal em Santa Cruz. Que resultou numa proposta do Senado (dominado pela oposição) para realizar um referendo revogatório do mandato do presidente e dos nove governadores. O interessante é que Evo Morales aceitou. Vamos ver os desdobramentos. Sobre a passividade brasileira no assunto, é curioso notar que talvez a máxima de que "o negócio dos Estados Unidos são os negócios" esteja pouco a pouco impregnando a diplomacia brasileira. E, por falar nisso, como anda a votação pelo Congresso Nacional da entrada da Venezuela no Mercosul?

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

7 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Petista é engraçado. Contra as acusações são contra eles, qualquer prova gritante é "indício". Agora, quando eles querem "provar" que os Estados Unidos está "por trás" do movimento autônomo de Sta. Cruz, vale uma declaração de...Evo Morales.
Vocês são patéticos.

domingo, 11 de maio de 2008 09:49:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Alon
Li em outro blog a provocação de um cidadão. Afirma ( o provocador) que a Bolívia ainda não pagou as duas refinarias da Petrobrás nacionalizadas por Evo Morales. Procurei dados sobre o assunto e não encontrei. A mídia pára de noticiar o que já não é de interesse geral. Pode esclarecer ou dar enderêços que esclareçam ?
Roberto Shigeo Fujita

domingo, 11 de maio de 2008 13:23:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

"Cada um por si, e os EUA ,contra todos",é o velho slogan ,que se mantém,na América do Sul.E continua em vigência.A criação da "Quarta Frota",força de intervenção naval,norteamericana,coincide com o movimento de afirmação ideológica do continente. Recorde-se,que o presidente anterior a Evo Morales,com notórias simpatias pela pátria do Mickey,antes de ser posto a correr, celebrou contrato de fornecimento de gás,com compradores da costa oeste dos EUA.Esse mesmo gás,que se encontra, atualmente na região pró-secessionista, extraido pela Petrobrás!Essa negociata ,abortada,é parte da motivação separatista,da elite"camba".

domingo, 11 de maio de 2008 15:52:00 BRT  
Anonymous Trad Esper disse...

Primeiro anônimo, não é uma declaração de Evo, é um voto dos Estados Unidos na OEA. Leia com atenção e modere sua agressividade.

domingo, 11 de maio de 2008 15:58:00 BRT  
Blogger Ricardo disse...

O Evo é o mesmo que vendeu o mesmo gás para o Brasil e a Argentina? E que não pode entregar, porque mentiu a ambos? Ah, sim...

É, os EUA inflaram 80% da população contra o governo regressista e retrógrado de Evo Morales. Alon, seja mais jornalista e tente achar fontes VERDADEIRAS, não papo aranha de presidente menos que confiável (vide o bypass no Brasil, a venda de gás que eles não tinha...), para sua tese conspiratória.

E pesquise melhor: o que os bolivianos querem é descentralização e autonomia federativa. Eu eu, aqui e lá, sou favorável a atitudes assim. Queria que os Estados brasileiros tivessem mais autonomia também.

domingo, 11 de maio de 2008 19:12:00 BRT  
Anonymous Paulo disse...

É isso a^iacute; Alon. Mais um pouquinho e você fica igual ao Chavez... (pra esquerdista, deve ser um avanço e tanto).

segunda-feira, 12 de maio de 2008 05:18:00 BRT  
Anonymous Felipe disse...

de novo o problema semântico, chamar de progressistas governos que dão privilégios a uns, com dinheiro pago de impostos por outros não tem nada de progressista...

sábado, 17 de maio de 2008 12:37:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home