segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

"Risco de contaminação é zero" (14/01)

Do UOL News:

Febre amarela: Em centros urbanos, "risco de contaminação é zero", diz infectologista

Em entrevista ao UOL News, o infectologista Celso Granato, chefe do laboratório de virologia da Escola de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), afirmou que o risco de uma pessoa ser contaminada em áreas urbanas "é zero" e aconselhou a vacinação apenas para quem tiver contato com áreas de risco. "O número de casos é pequeno, muito menor do que tem acontecido em anos passados e são casos de pessoas que estiveram em região de mata, não estamos tendo casos de pessoas que permaneceram na cidade. A chance de uma pessoa de São Paulo ter febre amarela sem sair da cidade e ir para uma região de mata é zero", afirmou Granato. (...)

Clique aqui para ler a reportagem na íntegra. De duas uma: ou o dr. Granato está delirando, ou a cobertura da imprensa sobre a febre amarela reveste-se de um alarmismo e de um sensacionalismo perversos. Quem está com a razão?

Clique aqui para votar no Blog do Alon no Prêmio IBEST.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

11 Comentários:

Anonymous J Augusto disse...

Imagino como deve estar difícil ser jornalista no Brasil.
Se perseguir a notícia já é difícil. Imagine perseguir a não notícia.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 20:09:00 BRST  
Anonymous insougud disse...

Está quase chegando lá!Se , ao invés de alarmismo,mudarmos para terrorismo,começa fazer sentido o corolário de "notícias":apagão energético,"inflação da terceira idade"(original!),indexadores truncados ( com claro propósito de confundir),ADINs em profusão. Lamenta-se, não imputar responsabilidade ao governo federal pelas torrenciais chuvas que caem sobre S.P. Contudo seus efeitos tem
etimologia bem conhecida:PFL(DEM!),PSDB,intercalan-
do-se entre prefeitura e governo do estado.Maluf, o São Dimas da paulicéia,padroeiro da venalidade administrativa, continua com sua legião de fiéis,ainda que submersos...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 21:40:00 BRST  
Blogger Cesar Cardoso disse...

Febre amarela é endêmica nas matas do Centro-Oeste. Aliás, os DOIS casos COMPROVADOS de febre amarela é de gente que foi para regiões sabidamente endêmicas. Tanto é endêmica que em 2000 rolou uma grande vacinação no DF, por causa de casos de febre amarela.

E os símios que morreram em massa no DF, a origem do pânico atual, NÃO morreram de febre amarela.

Agora, se a pessoa vai pruma região endêmica (pombas, todo mundo sabe que para viajar p.ex. para o Pantanal, TEM que estar vacinado) e não se vacina, a culpa é do Lula?

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 22:27:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Sempre a tese da imprensa golpista.

Engraçado que a Secretaria da Saúde do Distrito Federal recomendeou a vacinação em massa no DF. A Secretaria não é comandada por jornalistas, imagino. Devem ter médicos por trás dessa decisão.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 23:11:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Não existe um consenso tão monolítico assim entre os epidemologistas. Veja, por exemplo, http://www.saude.rj.gov.br/docs/cvas/Tauil-Contoversias%20sobre%20o%20uso%20da%20vacina%20FA.pdf

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 23:35:00 BRST  
Anonymous Luiz disse...

E daí que o DF mandou fazer vacinação em massa?
Alguém acredita que uma decisão dessas é apenas dos técnicos e não passa pela mesa do Governador, especialmente um do DEM?

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 07:49:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Há infectologistas de respeito afirmando que pode ser maior o risco de reação alérgica à vacina que o risco zero de pegar a doença em áreas não suscetíveis ao mosquitos haemogogus, que não é o Aedes Egypcii. Que toda vacina contém riscos, e é, evidentemente, uma questão de avaliação de custo-benefício assumi-lo ou não, quando indispensável. Ontem foi difícil convencer uma senhora na Gávea, RJ, que os sagüís das árvores em volta não são macacos silvestres. Que coisa!

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 10:15:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Claro. A imprensa é golpista e o governador do DEM também. ~Certo estão os petistas e o editor do Correio Braziliense, que, hoje, divulguei em letras garrafais mais uma morte por febre amarela.

Vocês petistas são patéticos.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 15:32:00 BRST  
Blogger Paulo Lotufo disse...

quando até febre amarela é avaliada sob o prisma ideológico e político-partidário é porque a coisa vai mal. O Brasil têm especialistas em segurança pública, em construção do metro, em aviação civil, e, agora em febre amarela.
Acho que está na hora de reduzir a dose de ideologia. O problema é técnico e, bastante complicado.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 20:22:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Até o Serra diz que o alarmismo não deve ser levado a sério!

Serra: nem todos precisam da vacina para febre amarela

De Carina Urbanin
Em São Paulo

(UOL) O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje que a vacina contra febre amarela só deve ser tomada quando necessário. Em entrevista concedida à "Rádio BandNews FM", Serra declarou que "a vacina só é fundamental para quem está se dirigindo a regiões de risco como florestas ou ambientes com presença de macacos."

"A quem não for sair de São Paulo, ou mesmo for viajar para regiões que não são de risco, não é necessário se vacinar."

Segundo o governador, o estoque da vacina está limitado, o que, porém, não deve causar desespero na população.

Serra disse, ainda, que quando foi ministro da Saúde, pensou em vacinar toda a população brasileira, mas foi desaconselhado por sanitaristas.

"Uma em cada 100 mil pessoas que toma essa vacina pode apresentar reações adversas, até morte, por isso não convém abusar da vacina."

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 00:22:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Nos vamos atacar a midia golpista, sim.
Defender-nos dela e atacá-la sim! e DIFUNDIR o que ela omite (ideologicamente)
e desnudar ou reduzir as verdadeiras dimensões o que ela deforma e manipula.
Queiram ou nao os fieis seguidores globo-folhetinescos. E que agora tem a web, o blog, e a instantaneidade das reaçoes.
Em outras palavras, a midia corporativa nao terá mais a liberdade impune de antes.

sábado, 19 de janeiro de 2008 22:38:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home