terça-feira, 31 de julho de 2007

É do jogo (31/07)

O "Cansei" tem despertado reações negativas. Há gente que desqualifica o "Cansei". Eu não me alinho com essas pessoas. Eu acho que o "Cansei" é um movimento político importantíssimo, um dos mais importantes dos últimos anos. É a teoria da sopa gelada, como gostava de dizer Leonel Brizola. A opinião pública é como a crosta gordurosa de uma canja gelada. Mesmo não representando a maioria, ela tem o poder de bloquear o debate e de dar a impressão de que representa todos, de que fala por todos. Como na sopa gelada, em que a existência de uma crosta gordurosa impede, na prática, que a canja seja sorvida. Para a sopa, a solução é esquentar a panela até dissolver a crosta. Já na esfera das relações entre a opinião pública e a sociedade, o caminho é esquentar a polêmica até desobstruir o debate. E o "Cansei" ajuda a fazer esse aquecimento, essa desobstrução. Quando a oposição a Luiz Inácio Lula da Silva desencadeia o "Cansei", é como se um fogo fosse acesso embaixo da panela em que a opinião do conjunto da sociedade está aprisionada por uma crosta gordurosa -a opinião pública. Isso se dá porque a idéia motriz do "Cansei" abre a possibilidade de cada um expor os motivos pelos quais cansou do statu quo. Sim, é simples. Cada um deve dizer do que está cansado e, se assim desejar, tentar agrupar as pessoas cujo cansaço decorre dos mesmos motivos. Numa sociedade democrática, expor o próprio cansaço diante dos problemas da sociedade não deve ser privilégio de alguns, mas um direito universal. Aliás, se o direito ao cansaço (ou a declará-lo) for restringido, movimentos como o "Cansei" perderão eficácia e degenerarão para caricaturas de si próprios -pois ficarão identificados com uma minoria que deseja para si um direito (declarar-se cansado de algo) que recusa aos demais. Ou seja, para existir de fato, o direito de cansar-se deve ser amplo e irrestrito. No nosso caso, por exemplo, o sujeito pode até decidir que já se cansou do pessoal do "Cansei". É do jogo.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog.

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

17 Comentários:

Anonymous Rodrigo disse...

Bom Alon, quem tá na chuva é pra se molhar, não é mesmo?

terça-feira, 31 de julho de 2007 17:13:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

A esquerda não está falando de outra coisa. É a sua incapacidade congênita de lidar com a oposição.

terça-feira, 31 de julho de 2007 17:49:00 BRT  
Anonymous Leonardo Bernardes disse...

"A esquerda não está falando de outra coisa. É a sua incapacidade congênita de lidar com a oposição."

"Deus escreve certo por linhas tortas."

É muito fácil lidar com problemas deste modo. Mesmo a aparente contradição entre a bondade e a onipotência de Deus e a persistência do mal e da adversidade podem ser compatibilizados quando tornamos a segunda parte consequência da primeira.

É inacreditável que alguns pretendam eximir-se do debate simulando (vejam como eu sou otimista) incapacidade, inépcia para análises primárias.

Afinal, se o problema resume-se na incapacidade da "esquerda" em lidar com a oposição, Alon, como tantos outros, tem lançado ao lixo suas palavras nos últimos posts, talvez por incapacidade para perceber essa verdade óbvia expressa pela sua afirmação. Quem é, pois, que parece nos dar razões para declarar incapacidade de lidar com a oposição?

terça-feira, 31 de julho de 2007 18:57:00 BRT  
Blogger Cesar Cardoso disse...

Tá. Então oficialmente cansei de não ser indicado pra agência reguladora alguma.

Também quero essa boa vida de ser indicado, não precisar prestar contas a ninguém, não poder ser responsabilizado por coisa alguma e só sair se Deus assim o quiser.

Mais alguém está cansado de NÃO pegar a maior bocada da República?

terça-feira, 31 de julho de 2007 18:57:00 BRT  
Anonymous JV disse...

Agora o Nosso Presidente vai a um discurso e diz que quem está reclamando ganhou muito dinheiro no governo dele.....mas que coisa, ele acha que é a classe alta que vaia, banqueiros não vaiam, por exemplo. Quem vaia é a classe média que não ganhou porra nenhuma, só paga a conta.

terça-feira, 31 de julho de 2007 20:42:00 BRT  
Anonymous Luiz Lozer disse...

Caros

O cansei virou piada.

esquece isso Alon.

palhaçada de riquinho mané.

terça-feira, 31 de julho de 2007 21:11:00 BRT  
Anonymous José Augusto disse...

Estou com o Alon, todos tem o direito à sua pauta de cansaço.
Eu cansei do oligopólio da mídia oposicionista. Só vemos comentários jocosos contra o governo; a citação de um equívoco menor como se fosse o principal; a valorização da voz da oposição em detrimento do contraditório... E por aí, vai.
Para me informar com isenção tenho que recorrer à Reuters. (em tempo: podem haver outros). Há noticiário contra o governo também, mas pelo menos dá para ter um apanhado do que realmente se passa no país.

Cansei também da ANATEL não levar à leilão (com livre competição, conforme recomenda o capitalismo) de frequencias vencidas de canais de TV (as detentoras podem até ter a opção de cobrir a maior oferta, para não haver descontinuidade). Por que o que vale para as frequencias de telefonia celular (por sinal regras tucanas) não vale para TV's?

terça-feira, 31 de julho de 2007 21:21:00 BRT  
Blogger Duda disse...

O problema do movimento Cansei é que ele em si não propõe nada, é pura reação negativa. Falta proposta, direção - é só um bando de gente de saco cheio sem saber o que fazer.

Depois dos movimentos "Basta!" e "Queremos Paz!", nego me sai com mais esta.

Aguardo ansiosamente os movimentos "Fiz a mala!" e "Fui embora!"

terça-feira, 31 de julho de 2007 22:20:00 BRT  
Anonymous JV disse...

concordo com duda, é um movimento descabeçado que não vai a lugar nenhum, que realmente não sabe o que fazer. Mas ricos é que não são, manés talvez, como todos nós.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 00:43:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Alon,
Vc diz:

"acho que o "Cansei" é um movimento político importantíssimo, um dos mais importantes dos últimos anos."

Menos, né? Senão eu vou perguntar por que você não filia a ele.
É claro que eles estão no direito de lançar movimento. Nós também estamos no direito de criticá-los. Primeiro pelo oportunismo mórbido de lançar em cima de uma tragédia que ainda não enterramos todas as vítimas, portanto, não nos curamos inteiramente dela; segundo pelo do fato de nada ter sido ainda apurado para partir com acusações de responsabilidades; terceiro pela falta de objetivos claros do movimento; e quarto, para ficar por aqui, pela qualificação das lideranças que, francamente, é um pessoal que não tem motivo nenhum aparente pra se dizer cansado.
Existe oposição ao governo Lula. O problema é que ela está desbaratinada: a extrema esquerda porquê sempre foi desbaratinada; a esquerda porquê o PT adotou o programa da direita; a direita porquê o PT adotou seu programa; e a extrema direita porquê ficou sem aliados a partir do momento em que a direita rejeitou o nacionalismo para abraçar teses liberais. Sobrou então um bando de granfinos ociosos e alienados, que não sabem o quanto Lula governa pra eles, manipulados por arrivistas manjados. Compra suas "bandeiras " quem quer.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 05:13:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

"O problema do movimento Cansei é que ele em si não propõe nada, é pura reação negativa. Falta proposta, direção - é só um bando de gente de saco cheio sem saber o que fazer".

O Sr. Duda escreveu o que vai acima. Comparem o que dizia o PT e o que faz no governo. Quem é que não sabe mesmo o que fazer?

O "fiz a mala" é uma reminiscência preciosa do "ame-o ou deixe-o".

A esquerda só engana otários.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 10:38:00 BRT  
Anonymous JV disse...

Bem, que o Lula é perdidão, isto realmente é verdade. Que o PT está tonto (a parte que não participa da executiva) e até debandou, tb é verdade....

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 12:44:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Mais descobertas: agora sabe-se que houve quem ganhou dinheiro; sabe-se que quem deveria estar zangado seriam os pobres; sabe-se que, embora poucos, para alguns, há gente que sai às ruas. Pois bem, a cada dia descobre-se alguma coisa. Então, agora, ao menos parece, descobre-se que existe um País de verdade por debaixo do véu. Existe alguém desejando soluções. Por mais que não se espraie, ao menos o marasmo não durou tanto tempo assim. Seria bom que a lição fosse aprendida. Mas isto seria pedir demais.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 14:25:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Alon, parabéns! Concordo inteiramente. Quem quer atacar esse movimento faz o jogo sujo do stalinismo, quer arrasar toda e qualquer forma de crítica. Democracia também é aceitar o diferente.
Sds., de Marcelo.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 14:28:00 BRT  
Anonymous Duda disse...

anonimo havia dito:
O Sr. Duda [...]
O "fiz a mala" é uma reminiscência preciosa do "ame-o ou deixe-o".

A esquerda só engana otários.


Não mano, é apenas uma sugestão aos cansados que - ao contrário dos que saem do país em busca de oportunidade mas continuam mantendo os laços afetivos - não sentem nenhum compromisso com o país além do de recuperar o poder perdido para a esquerda nas últimas eleições, a qualquer custo. Se é para voltar a fazer toda a caquinha que vocês fizeram aqui nos últimos 500 anos, muito obrigado, continuo de esquerda.

e se você é tão esperto assim, como é que continua acreditando em tudo o que a Veja, Globo e FSP falam?

quarta-feira, 1 de agosto de 2007 16:27:00 BRT  
Blogger Alberto099 disse...

Caro Alon, muito boa essa imagem da sopa fria com uma crosta de gordura. Não me lembro de ter visto vindo de Leonel Brizola, mas dá para imaginar. Esse movimento é muito engraçado, parece começar na hora de terminar, parece dizer “cansei de vilipendiar o governo sem conseguir sequer arranha-lo”. Um movimento político que diz não ser um movimento político, de atores que querem fazer o movimento sem aparecer, envergonhados no papel de “zé povinho”. A coisa começa a pegar quando se procura saber quem anima esse movimento, quem constitui a camada de gordura. Você procura por uma burguesia mais “canônica”, já JV diz que não é a classe alta, mas a classe média. Acho que ambos têm boa dose de razão: abstraindo a FIESP (que consta compor o movimento) tem um bom contingente que pode ser rotulado como classe média, tipo OAB (a bem da verdade ns classe média cabe de tudo). Convêm esclarecer, porém, que se trata de uma classe média endinheirada e que ganhou sim com o atual governo: só o bolsa Miami do dólar barato foi uma baba. Em nosso capitalismo para contemplação dos ingleses, onde nada é muito o que parece, onde FIESP e BNDES são carne e unha, essa é uma classe média parasitária, e é quem produz a crosta de gordura ideológica que impede que se saboreie a sopa – pode ser vista ao vivo e se mexendo nos principais telejornais do país. Mais, é uma classe média que posa de esquerdista: na luta entre a burguesia e o proletariado ela como que desaparece, para depois ressurgir como o profissional qualificado, o especialista isento, o guardião da nossa moral.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007 07:31:00 BRT  
Anonymous sil disse...

O movimento até poderia ser legítimo em qualquer outro país, menos no Brasil.
É vergonhoso em um país miserável como o nosso, ver peruas de chapéu e empresários da elite à classe média fazendo fita de coitadinhos.
E a classe média perdeu o quê? Cuidado com as comparações. Façamos as comparações conforme a realidade do nosso país. Quem perdeu mais?
Esse movimento é alienante, golpista, hipócrita e vergonhoso.
Mostra a prepotência da classe média em relação à real situação do país.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007 13:38:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home