segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Finalmente, a regulamentação (26/02)

De Ribamar Oliveira, n'O Estado de S.Paulo:

Governo cria fundo para servidores

Funcionários do Judiciário e Legislativo queriam montar estruturas independentes, mas projeto de lei prevê fundo único

Brasília - O governo não cedeu às pressões e vai encaminhar ao Congresso, nos próximos dias, um projeto de lei que prevê a criação de apenas um fundo de pensão para os servidores federais. “O fundo será único”, informou o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que é o principal responsável pela elaboração da proposta. Entidades representativas dos funcionários do Judiciário e do Legislativo queriam que cada Poder tivesse autorização para criar a sua entidade de previdência complementar. (...) A entidade fechada de previdência complementar administrará um plano na modalidade de contribuição definida para benefícios de aposentadoria. (Continua...)

Clique aqui para ler a íntegra da reportagem.

Finalmente, o Congresso Nacional vai poder regulamentar a reforma da previdência de 2003. A razão pela qual o governo demorou três anos para mandar o seu projeto é daquelas coisas sobre as quais os historiadores se debruçarão no futuro. Mas não importa. Vêm aí o sistema de contribuição definida para a aposentadoria dos funcionários públicos. Desejam (legitimamente) aposentar-se com o salário do final da carreira, ou perto disso? Que administrem bem o dinheiro do fundo. E o país ganha duplamente: diminui a pressão sobre o Tesouro e aumenta a poupança nacional. Ou seja, mais dinheiro para investimentos e, portanto, mais crescimento e mais empregos. Eis uma boa notícia.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

3 Comentários:

Anonymous TAQ disse...

Finalmente, mas agora eu quero e ver o governo pagar sua parte. De onde eles vão tirar este dinheiro e ainda pagar as aposentadorias atuais. + TRIBUTOS ou - GASTOS ????

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 11:18:00 BRT  
Anonymous Neves disse...

taq,
Vc tem razão. A maioria dos recursos dos atuais fundos de pensão estão aplicados em título da dívida pública (uns 90%, aprox.). Vão emitir mais dívida pública, isto é certo. Talvez, para descomplicar, entreguem os papéis diretamente ao fundo com o lema da república: Devo, nego quando me aprouver,e pagarei se puder.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 21:40:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Além de pagar sua parte, o governo vai perder parte da contribuição de 11% sobre o salário total.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 21:07:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home