sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Calor no PMDB da Câmara (02/02)

O PMDB "de Aldo", segundo um de seus integrantes ouvido por este blog agora no Salão Verde da Câmara dos Deputados, vai pedir um dos dois ministérios cobiçados pela bancada de deputados federais do partido. O outro iria para o PMDB "do Arlindo", nas palavras da mesma fonte. Hoje à tarde, o primeiro grupo se reúne para conversar sobre o assunto. Vamos às contas. Gustavo Fruet teve 98 votos no primeiro turno. Aldo Rebelo, 175 votos. É razoável supor que todos os votos de Fruet tenham vindo da oposição. Portanto, como a oposição tem cerca de 150 votos (e supondo que nenhum oposicionista tenha votado em Arlindo Chinaglia no primeiro turno), Aldo teve no primeiro turno algo como 120 votos da base do governo. Esse número seria impossível sem uma gorda contribuição do PMDB. O resto é conseqüência.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

2 Comentários:

Blogger Léo disse...

Ótima análise. Na sua opinião, mesmo que precipitada, como ficaria a conjuntura para o segundo biênio? Vc acha que o PMDB leva o caneco ?

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007 18:46:00 BRST  
Blogger cid disse...

alon

Aritmeticamente perfeita esta nota. Politicamente, bem, politicamente há que se conversar. É pouco bolo para muita gulodice, principalmente vinda de um partido que no primeiro mandato ficou chupando do dedo. Agora, querem ser protagonistas. Tá certo. Muito certo.

cid cancer
mogi das cruzes - sp

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007 11:54:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home