quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Acasalamento (31/01)

A ministra Dilma Rousseff fala grosso e diz que não vai dividir com os Estados o maná da CPMF. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixa vazar o contrário, diz que pode negociar com os governadores. É a corte do acasalamento. Rugidos e afagos. Do jeito que estão as coisas no Congresso, sem conversar e ceder o governo não aprova ali nem sessão solene. Se quiser a CPMF e a DRU pelo menos até o final do mandato, Lula vai ter que afrouxar para os governadores (e se bobear para os prefeitos, com o aumento do Fundo de Participação dos Municípios). Esse é outro motivo pelo qual as conversas sobre expurgos na base governista pós-eleição da Câmara devem ser lançadas na rubrica das conversas (descon)fiadas.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home