segunda-feira, 1 de janeiro de 2007

A raiz de todas as tensões petistas (01/01)

Ficou famosa aquela propaganda do biscoito Tostines. Vende mais porque está sempre fresquinho? Ou está sempre fresquinho porque vende mais? Corta para a crise existencial do PT neste reinício de governo. O PT quer mais espaço no governo porque acha que Luiz Inácio Lula da Silva precisa guinar à esquerda? Ou acha que Lula precisa guinar à esquerda para que o PT possa ter mais espaço no governo? Façam as suas apostas. Na minha opinião, as evidências apontam para a segunda alternativa. Faço um esforço de memória e recordo a eleição do ano passado. Não me lembro de que petistas tenham subido aos palanques para exigir mudanças radicais na orientação econômica imprimida pelo presidente. Ao contrário, pegaram todos carona no discurso (verdadeiro) de que o combate implacável à inflação ajuda em primeiro lugar os mais pobres. Mas bastou as urnas serem fechadas para recomeçar a ladainha de que o PT "quer mudanças na política econômica". Coisa feia. Como em 2002, quando a cúpula lulista endossou a Carta aos Brasileiros, alguns pegaram silenciosamente carona na austeridade fiscal e monetária para, depois, cuspirem no prato em que comeram. Ano Novo, vida nova, mas com os velhos problemas. O PT, por enquanto, não tem candidato competitivo à sucessão de Lula em 2010. Vai tentar fabricar um. Isso se alguém não tiver a idéia maluca de mandar ao Congresso um projeto de emenda constitucional permitindo ao presidente disputar um novo mandato daqui a quatro anos. Como a chance dessa maluquice vingar é próxima de zero, creio, vamos assistir a quatro anos de ferocidade -do PT em relação aos aliados e entre os próprios petistas. Eu não condeno o PT por isso. Partido que é partido luta pelo poder. O resto é armazém de secos e molhados. Os demais que se virem.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

5 Comentários:

Anonymous Fernando José disse...

Alon,
Com base no quê você diz que a chance de Lula ou PT propor uma emenda para esticar o mandato de Lula é próxima de zero? O PT tem o hábito de copiar tudo o que o PSDB fez de errado. Incluo entre esses erros, o estatuto de reeleição - nas bases em que ela acontece hoje. Se você acha legítimo o partido lutar pelo poder a qualquer preço, porque duvida da capacidade dos petistas de proporem uma mudança constitucional para permanecerem mais uns anos no poder??
Abraços e Feliz Ano Novo!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007 10:38:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007 13:01:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007 19:04:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Parece que a campanha de desqualificação da verdade já começou. Não li em nenhuma mídia de internet que a Globonews (da Globo)veiculou por completo a posse de Lula. Nem que os comentaristas elogiaram a grande competência do Lula em discursar para a grande mídia. Só há posts de comentários falando da posse do Serra, que não foi coberta por nenhuma grande mídia. Apenas a Cultura e por flashes de outras emissoras. E ainda comentam que Serra é candidato: já começaram a fazer a campanha dele, via internet, por conta própria. Por que estão ignorando a grande festa que a Globonews divulgou da posse de Lula, com grande número de populares? Repercutida em manchetes de grandes jornais em 02/01/2007. Da mesma forma que, na última campanha, os posts de comentários na internet, só abordavam os poucos flashes sobre o Alckmin e deixavam de lado as grandes aparições de Lula, cobertas pela grande mídia, em todos os cantos do País. Por que será?
Arnaldo

terça-feira, 2 de janeiro de 2007 11:10:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

É isso mesmo Alon. Partido político é para fazer política, ocupar espaços políticos, defender suas idéias e sempre ter em vista a ascenção ao poder. E,também, faz parte do jogo, pagar o devido preço a isto. Se tais coisas estivessem claras, em todos os partidos, principalmente quanto ao preço a pagar, talvez não ocorresse os mediavalismos que vislumbramos hoje. Sotho Ral

terça-feira, 2 de janeiro de 2007 15:58:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home