segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Por fora bela viola, por dentro pão bolorento (13/11)

Esse assunto de patriotismo me anima a escrever sobre algo que queria abordar desde a eleição: o que a oposição deve fazer nos próximos quatro anos. Eu me alinho entre os que acham que a oposição deve ser patriótica. Ou seja, agir de acordo com os mais altos interesses do país. Nada de quanto pior melhor. Nada de pensar só nos próprios objetivos. Mas qual é a melhor maneira de a oposição ajudar o Brasil? Simples: fazendo oposição. Votando sempre contra os projetos do governo. Pedindo verificação de quórum toda vez que a base governista no Congresso entrar em estado gelatinoso. Impedindo que qualquer proposta do Executivo seja aprovada como veio do Palácio. Exigindo o impossível. Ameaçando permanentemente com a instalação de CPIs. Isso seria fazer oposição de verdade. Isso seria fazer oposição patriótica. Parece-lhe absurdo? Não é. Patriótico hoje no Brasil é exigir que Luiz Inácio Lula da Silva faça um governo de coalizão congressual a partir de janeiro. É isso que a oposição precisa impor a Lula. É a única maneira de termos alguma paz nos próximos quatro anos. Deixe o país trabalhar, presidente. Governe de olho na maioria do Congresso. Reparta poder de acordo com a força de cada partido. O PT não elegeu nem 20% do Congresso. Não pode ocupar 80% do governo, a não ser que desejemos quatro anos de guerra política. Simples assim. Toda vez que você vir (ou ouvir) um petista (ou qualquer governista de esquerda) falando em governar "com a sociedade" ou propondo um "entendimento" com a oposição à margem da composição real das forças governistas no Congresso, saiba que esse belo discurso embute a resistência de alguém (pessoa ou grupo) agarrado a alguma repartição pública ou empresa estatal. Não caia nessa. Não seja um inocente útil. Não compre gato por lebre. Por fora bela viola, por dentro pão bolorento. Lembre-se sempre desse ditado.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).

Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.

Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

2 Comentários:

Anonymous paulo araujo disse...

Concordo integralmente com o escrito neste post

terça-feira, 14 de novembro de 2006 00:12:00 BRST  
Anonymous julio disse...

Então tá então. Você fica 20 anos tentando chegar ao poder. Consegue e na hora de governar, você chama seus inimigos ou aliados de última hora pra ajudar a tocar o país. Desculpe, mas seu argumento foi simplista demais. O PT tem que ter maioria no governo sim. O PT tem projeto para o país. O erro, foi no primeiro mandato não ter feito a reforma política, mãe de todas as reformas. Aí sim, teríamos uma oportunidade de nos livrar de Sarney, Delfim, Quercia, Barbalho e cia. A tal governabilidade é um câncer. E você meu caro Alon, vem com esses argumentos dignos de Poliana

terça-feira, 14 de novembro de 2006 00:52:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home