sábado, 28 de outubro de 2006

A utilidade do cadastro de indecisos (28/10)

Certo leitor habitual me manda email com uma observação bem-humorada, e pede para eu fazer este post. Vamos lá. Ele teve a idéia depois de ler no post anterior sobre o cadastro nacional de indecisos. Ele propõe que uma lista recheada de indecisos seja colocada à disposição do próximo governo para o preenchimento dos cargos de confiança, se a oposição derrotar Luiz Inácio Lula da Silva. O raciocínio do meu leitor é simples e lógico. A oposição diz que vai despetizar o governo. Mas o meu leitor acha que, por coerência, as vagas abertas pela demissão em massa de petistas e quetais não deveriam ser preenchidas por tucanos e pefelistas, pois isso seria repetir uma das coisas que Geraldo Alckmin mais critica em Lula. Meu leitor diz que uma alternativa seria indicar apenas quadros ligados a Heloísa Helena ou Cristovam Buarque, mas reconhece que isso poderia gerar tensões políticas entre os que apoiaram o tucano na campanha. Daí ele chega à conclusão de que o mais prático seria indicar gente que não tenha simpatia por nenhum candidato. A dificuldade seria achar essas pessoas. Por isso a animação dele quando falei no cadastro nacional de indecisos.

O Blog do Alon está entre os finalistas do concurso mundial de blogs The Best of the Blogs.
Se quiser me honrar com seu voto, clique aqui.

Para ver todas as categorias, clique aqui.

Para ver os finalistas em língua portuguesa, clique aqui.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).
Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

1 Comentários:

Anonymous Román disse...

Bravo! (pela lista de perguntas indecisas!).
Acho que vc deveria estimular a criação do Cadastro de Perguntas para o Debate Eleitoral. Dá para fazer uma boa lista (que os candidatos a presidentes-vereadores obviamente vão querer colocar no Index...).
Contribuo com a minha:
Em caso de privatização/concessão/licitação: quais mecanismos de aferição de resultados e, em caso de não respeito aos termos do contrato, quais os procedimentos para cancelar a mesma?
Tem propostas de mecanismos de controle público sobre esses processos?

sábado, 28 de outubro de 2006 12:23:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home