quarta-feira, 18 de outubro de 2006

A foto de Dukakis no tanque em 1988 (19/10)

Na eleição presidencial americana de 1988, o democrata Michael Dukakis era alvo de uma intensa campanha negativa dos republicanos por, supostamente, ser suave demais em assuntos de Defesa. Aí alguém teve a idéia de fazer uma operação de relações públicas com Dukakis encarapitado num tanque de guerra (clique na foto para ampliar). Deu errado. Entrou para a história das gafes do marketing político. Clique para ler na Wikipedia.

Clique aqui para assinar gratuitamente este blog (Blog do Alon).
Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

8 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Nada a ver com a foto do Alckmin de jaqueta e boné do BB, Petrobras, CEF, né não? Piraram total!

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 00:09:00 BRT  
Anonymous André Pessoa disse...

Bem, nada é tão ruim que não consiga piorar. Se alguém me dissesse que o Alckmin se deixaria fotografar com boné do Banco do Brasil e colete "eu amo as estatais", eu certamente não acreditaria, pois afinal burrice tem limite.

Mas o pior é que não tem.

Para mim, eleitor de Lula, resta pensar: "ainda bem".

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 00:18:00 BRT  
Anonymous João Lisboa disse...

Alckmin precisa trocar seu "personal style". Ele não anda bem nesse terreno.

Primeiro comprou aquela camisa de grife pirateata em Pernambuco, o equivalente ao "Os dois filhos de Francisco" que o Lula assistiu no avião.

Agora essa foto. A impressão (?) que dá é que ele está perdido. Não enfrenta a discussão das privatizações de frente (defende-las, como defendeu FHC). Essa foto outdoor só o faz soar mais falso nessa área.

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 01:04:00 BRT  
Anonymous Antonio Prado disse...

Na torcida pelos Democratas, que nasceu intuitivamente dentro de mim desde que me lembro "por gente", acho que mais perdi do que ganhei. Mas acho que o mundo perdeu na mesma medida. Houve algum momento, nos últimos 40 anos, que a vitória republicana serviu a interesses não nocivos à humanidade? Houve algum momento assim em qualquer época? Queria muito tirar essa dúvida de minha cabeça.

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 01:18:00 BRT  
Anonymous Cesar Cardoso disse...

A "assessoria" política de Alckmin, mais uma vez, apronta uma pra cima do Geraldinho. É inacreditável como eles erram! Nesse segundo turno, é erro todo dia. Vai ver por isso a preparação do golpe voltou com toda a força.

Bom, de qualquer maneira o Geraldinho sai com uma lição dessa eleição: vai escolher mal os luas-pretas dele assim lá em Pinda...

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 07:57:00 BRT  
Anonymous José Augusto disse...

Os marqueteiros de Alckmin só se esqueceram do boné do MST, também. Quem sabe não "cola"?

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 11:18:00 BRT  
Blogger paolalessa disse...

Alon que maldade!

Mas acredito que a foto ficaria melhor com o boné no estilo Bronco(Ronald Golias).

Oh, Euclides expõe para a genitora...*
*Tucanês.

E mais, a mão espalmada lembra um L, estragou a piada, aquela do Lula pedindo voto para o 45.

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 11:27:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Não se constroi uma imagem em 90 dias de campanha eleitoral. Muito menos em 15 dias de campanha eleitoral. Uma imagem é construída defendendo e praticando idéias e caminhos num espaço de tempo muito maior.

quinta-feira, 19 de outubro de 2006 11:57:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home