sábado, 9 de setembro de 2006

A oficina mecânica do Verissimo (09/09)

Deixei de comentar o texto de Luis Fernando Verissimo no Globo de quinta-feira (clique na imagem para ampliar e ler). Há quem ache que o povo brasileiro se habituou à corrupção. É o caso do senador Jefferson Peres (PDT-AM). Já Verissimo discorre sobre os usos do moralismo na História do Brasil. Eu entendi a coisa do Verissimo mais ou menos assim: não é porque o seu carro está com defeito que você vai entregá-lo ao primeiro mecânico que aparecer na sua frente. Se o carro estiver andando, você vai com ele até aparecer coisa melhor. Simplezinho e eficaz. Espero ter interpretado corretamente. Mas cada um é livre para interpretar como quiser. Só não vale se revoltar contra o eleitor. O eleitor pode errar? É claro. E daí? Alguém conhece um sistema melhor?

Clique aqui para assinar este blog (Blog do Alon).
Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

4 Comentários:

Anonymous Paulo Adolfo disse...

Isso: só não vale se revoltar contra o povo, você está corretíssimo, Alon. Ou aderimos à idéia sacana daquela piada sobre o momento da Gênesis, segundo a qual Deus, pra compensar o fato de o Brasil não ter vulcões, terremotos e outras catástrofes, iria botar aqui uma 'gentinha' desprezível. Quando o povo não responde aos partidões da elite em sua pregação moralista, ele não serve, a democracia não serve. Foi o medo desse tipo de situação que motivou os Tocquevilles do liberalismo a invectivar contra o sufrágio universal.

sábado, 9 de setembro de 2006 15:35:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Verissimo diz: Lula pôs as mãos na lama, mas pelo menos ele tem só nove dedos. Eu acho isso lamentável.

sábado, 9 de setembro de 2006 21:42:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Ah! O anônimo acima (das 09:42:10 PM) se chama Rodrigo Oliveira, de Salvador-Ba, desculpem o esquecimento.

sábado, 9 de setembro de 2006 23:59:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

O moralismo de ocasião... Neste momento eleitoral, estão pregando este moralismo, principalmente porque o candidato da elite, da mídia e os bambambans intelectuais não está à frente das pesquisas. Em época de eleições temos que estar atentos a todo tipo de imposição que ACREDITAM ser a melhor para nós... pois não acreditam, de forma alguma, que somos capazes de decidir (e votar) por nós mesmos...

terça-feira, 12 de setembro de 2006 12:21:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home