quinta-feira, 31 de agosto de 2006

O baile de Lula, a piada judaica e a corrupção (31/08)

Luiz Inácio Lula da Silva tirou de letra mais uma entrevista na Globo (clique na imagem para ampliar). Desta vez, foi no Jornal da Globo (JG). Geraldo Alckmin tinha ido na segunda-feira e Cristovam Buarque, na terça. Hoje é Heloísa Helena. Quando Lula foi ao Jornal Nacional e passou liso, as pesquisas mostraram isso depois. Agora, acho que não vai ter influência.

A entrevista foi ao ar de madrugada e pouca gente deve ter visto. Aliás, a Globo poderia explicar por que não suspendeu nesta semana a reprise de A Casa das Sete Mulheres e puxou o Jornal de William Waack e Christiane Pelajo para um pouco mais cedo. Talvez seja a tal da grade. Pode ser, mas qual é o sentido de enfiar uma minissérie requentada tarde da noite e jogar os presidenciáveis para a madrugada?

Bem, mas se você não viu pode ler clicando aqui, e se for assinante do Globo.com pode assistir clicando aqui. O William e a Christiane foram bem, mas Lula foi melhor. Vou cortar agora para uma velha piada judaica. No judaísmo, o sujeito que faz a circuncisão nos recém-nascidos chama-se moel (pronuncia-se mo-êl). Jacó, o moel, abriu uma nova "clínica" de circuncisão. Na fachada, colocou a réplica de uma grande orelha. Iossi, o vizinho, olhou e não entendeu.
- Mas, Jacó, por que uma orelha? - pergunta Iossi.
A resposta de Jacó:
- E você queria que eu colocasse o quê?

Fora a velha mania judaica de responder a uma pergunta com outra pergunta, a piada conta um pouco sobre a situação da oposição. Ela tem que passar o tempo todo falando sobre corrupção, pois na economia e no social Lula ganha o debate. Pouco importa se por nocaute ou por pontos, já que o petista está na frente das pesquisas. Duvido que Alckmin ou outro candidato seja mais competente do que o William Waack nos temas abordados ontem no JG.

Vamos ver como a coisa anda. A campanha vai esquentar. O tom da imprensa hoje é sintomático. Vai ficar divertido. Vamos ver se Lula tem couro e gordura para enfrentar, quase sozinho, todo o estado-maior que se reúne contra ele.

Clique aqui para assinar este blog (Blog do Alon).
Para mandar um email ao editor do blog, clique aqui.
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

10 Comentários:

Anonymous Cesar Cardoso disse...

O JG não é um telejornal para o povão, e sim para a elite. Não acho que vá fazer grandes diferenças, até porque a nossa elite (política, econômica, intelectual etc) anda preocupada demais discutindo sobre o nada, assustada porque a eleição tomou um rumo que ela não esperava.

E só pra constar: papelão do senador Jefferson Peres! A culpa da incompetência da oposição (e da nossa elite) é do povo? Faça-me o favor, senador...

E uma pequena passagem off-topic: o humor judaico é sempre sensacional!

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 14:50:00 BRT  
Blogger Ricardo disse...

Acho que você se enganou, Alon: Lula ganha em corrupção, e perde no restante. Vide nosso PIB, nossa taxa de investimento, nossa renda média, nossa taxa de desemprego...
Só estamos cavando nossa crise de 2007, e a agricultura é só a ponta do iceberg. Crise cambial com repique de inflação te lembra alguma coisa?

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 14:59:00 BRT  
Blogger Ricardo disse...

Acho que você se enganou, Alon: Lula ganha em corrupção, e perde no restante. Vide nosso PIB, nossa taxa de investimento, nossa renda média, nossa taxa de desemprego...
Só estamos cavando nossa crise de 2007, e a agricultura é só a ponta do iceberg. Crise cambial com repique de inflação te lembra alguma coisa?

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 14:59:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Sinceramente, o Lula só enrolou, e estava tenso, tentando ganhar tempo para evitar mais perguntas.

Se isso é sair bem, ele saiu.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 15:03:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Sinceramente, o Lula só enrolou, e estava tenso, tentando ganhar tempo para evitar mais perguntas.

Se isso é sair bem, ele saiu.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 15:03:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Sinceramente, o Lula só enrolou, e estava tenso, tentando ganhar tempo para evitar mais perguntas.

Se isso é sair bem, ele saiu.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 15:04:00 BRT  
Anonymous Marcos disse...

Ricardo você é um petista dos velhos tempos. Até o pessimismo é igual. "Olha, não digam que eu não avisei. É tudo para ganhar a eleição. Depois eles tiram a mascara." Mesmo discursos, lados diferentes.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 15:36:00 BRT  
Anonymous Swamoro Songhay disse...

O contraponto que faltava parece que vai aparecer. Mesmo na economia e no social daria para a oposição enfrentar a campanha. Como faltou o contraponto sobre a questão ética e corrupção, não demarcou o território. Ai, virou mesmice.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 16:28:00 BRT  
Anonymous jose carlos lima disse...

"Uma pesquisa divulgada terça-feira (29) pelo Observatório Brasileiro de Mídia (OBM) avalia o espaço dado pelos jornais impressos aos quatro principais candidatos à Presidência da República. Os nomes de Lula, Geraldo Alckmin, Heloísa Helena e Cristovam Buarque foram mencionados 3.667 vezes em reportagens nos seguintes veículos analisados: O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e Correio Braziliense.

Ao todo são 2056 menções, em reportagens, aos dois principais candidatos à Presidência. Geraldo Alckmin responde por 798 delas, sendo que 544 menções são positivas ou neutras, e 254 são negativas.

Já Lula, como “candidato”, é citado 1.258 vezes nas matérias avaliadas, sendo que 439 citações são positivas e 740, negativas. A pesquisa tem um índice semanal de avaliação das notícias positivas, negativas e neutras, que vai de 7 de julho a 25 de agosto." Extraído do site www.pt.org.br

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 16:28:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

A Midia Brasileira esta mais desacreditada do que a classe politica.
A midia brasileira esta comprometida com os neo-liberais bushianos.
Na midia brasileira nem criancinha acredita mais.
A que ponto chegou os senhores intocaveis.
Reflexo brasileiro do Bushismo?

quinta-feira, 31 de agosto de 2006 17:23:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home