terça-feira, 22 de agosto de 2006

Há uma lacuna na valentia do sr. Ioschpe (22/08)

O economista e mestre por Yale (EUA) Gustavo Ioschpe desanca a oposição em sua coluna semanal na Folha de S. Paulo. Ele retoma a tese de que PSDB e PFL são culpados por não terem tentado o impeachment de Luiz Inácio Lula da Silva. O texto do sr. Ioschpe tem pelo menos dois problemas. Em primeiro lugar, ele se baseia na denúncia do Procurador Geral da República, mas apenas no que lhe interessa. Por que? O procurador fez diversas acusações -o que o sr. Ioschpe acha bom, a ponto de tratá-las como se já tivessem transitado em julgado-, mas não acusou o presidente da República -o que o sr. Ioschpe, convenientemente, desconsidera. Esse talvez seja o conceito de "isonomia" a que o economista de Yale se refere quando diz, no artigo, que "a essência da democracia (...) é a criação de um arranjo institucional que garanta liberdade e isonomia perante a lei a todos". Pelo jeito, esse "todos" expressaria melhor o ponto de vista do sr. Ioschpe se viesse com complemento: "todos os que pensam como eu". Em segundo lugar, a lei brasileira permite a qualquer cidadão pedir o impeachment do presidente da República. Se o sr. Ioschpe tem tanta convicção de que Lula deve ser impedido, ele mesmo pode ir à Câmara dos Deputados e entrar com a ação. Por que não o faz? Talvez ele explique em sua próxima coluna. Por enquanto, falta algo na valentia do sr. Ioschpe.

Clique aqui para assinar este blog (Blog do Alon).
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

15 Comentários:

Anonymous Alexandre Porto disse...

Alon,
o procurador não só não denunciou o presidente como o INOCENTOU. Pode ser lido aqui:

O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, garantiu ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não tem envolvimento com o esquema do valerioduto e disse que quem acusa o chefe do Executivo “está fazendo uma leitura política”.

http://www.informante.net/resources.php?catID=1&pergunta=1514#1514

terça-feira, 22 de agosto de 2006 14:21:00 BRT  
Anonymous Antonio Gramsci disse...

Alô Sr. Ioschpe!!!
Tirar o Lula só se for por cima do meu cadáver.
Aliás já passou da hora para termos uma guerra civil no Brasil.
Acredito que com uma guerra a elite brasileira vai entrar nos eixos e largar o osso após 500 anos.
A grande verdade é que a burguesia brasileira não engole um representante do povo utilizando o Estado em prol dos desfavorecidos.
Sr. Ioschpe, do conforto do seu lar, por favor responda:
o sr. está preparado para matar ou morrer pelas suas idéias????????
Eu tô!

terça-feira, 22 de agosto de 2006 15:26:00 BRT  
Blogger lenore disse...

I think it's not English .
I can't understand

terça-feira, 22 de agosto de 2006 15:29:00 BRT  
Anonymous Bartolomeu disse...

Ô ALon, você está brincando? Um ex-ministro do governo Lula, presidente da Câmara dos Deputados - um absurdo, aliás, quanto à divisão de Poder - vai aceitar um pedido de impeachment contra Lula? Como você sabe, o pedido tem que ser aceito pelo Presidente da Câmara.
Agora, de fato, por quê pedir? O PResidente nada viu, nada soube, e, como você diz, as acusações nem transitaram em julgado. ALiás, acho uma injustiça o que Lula fez com Dirceu e Palocci - dois CPFs... -, ao demiti-los, e penso que o João Paulo - jogaram $ 50 mil no colo dele! -, deveria ter recusada a renúncia dele e voltar à Câmara. E os dólares da cueca do assessor do irmão do Genuíno - este outro líder popular injustiçado - deveriam ser devolvidos com juros, os brasileiros, os maiores do planeta (Bradesco e Itaú agradacem). Quanta injustiça, não é mesmo? Essa burguesia, esses reacionários são o fim. Gramsci - ainda bem que o verdadeiro era mais sofisticado - tem razão em se indignar: é tudo uma conspiração contra os pobres no poder.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 15:48:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

O gauchinho "douto" Iochpe, contou em uma entrevista que sentiu-se culpado por passar no vestibular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Afinal é rico!
Conseguiu ingressar em uma Universidade no exterior e lá se foi...
Ele faz o discurso do ético, do bom, do preocupado com a qualidade de ensino no Brasil...
Quem acredita no "isento" rapaz?

terça-feira, 22 de agosto de 2006 15:55:00 BRT  
Blogger Ricardo disse...

Lula é tão inocente quanto Al Capone, que também nunca via nada, nem sabia de nada. Exceto que Lula foi o maior favorecido com o mensalão.
Lula não foi inocentado de nada: apenas não foi comprovada sua participação no esquema, o que é MUITO diferente de ter sido considerado inocente.
A pergunta é uma só para o Sr. Evito-A-Imprensa Lula Mandei-Embora-A-Pedidos-Meus-Companheiros-Injustiçados: quem se beneficiou do mensalão? Dona Canô? O Alon? Acho que já sabe a resposta que ele dará...
Quanto ao sujeito que assina-se Gramci, lugar de bandido é na cadeia, portanto, só haverá guerra civil se os bandidos que se julgam vítimas se voltarem contra a população de bem deste país.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 16:04:00 BRT  
Anonymous carcamano disse...

Geralmente, as pessoas que pedem o impeachment do Lula são os que defendem a farra dos juros que o Alon discute acima. Geralmente. Claro, fazem isso com rapapés e bobagens como comparar juros com jabuticaba, além de jogarem uma dezena de frases empoladas que servem para tudo.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 16:47:00 BRT  
Blogger Paulo C disse...

Ricardo, um pouco de lógica ajuda - se é impossível provar sua culpa em um crime, você é, por definição legal, inocente daquele crime. Até porque é quase sempre impossível provar que você NÃO fez (não ouviu, não viu, não esteve lá) alguma coisa. Não há provas que Lula tenha tido participação no valerioduto da mesma forma que não há provas que você seja um traficante de escravas brancas. Pela sua lógica, isto então não quer dizer que você seja inocente.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 17:25:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

A mesma coisa que falta na valentia de Ioshpe falta aa sua logica...

o fato de o presidente nao ter sido citado pelo procurador nao quer dizer nada... todos os seus mais altos acessores o foram.

A base de sustentacao de seu governo foi implodida pelos aliadoa aos quais Lula assinaria um cheque em branco.

O crime confessado por Duda Mendonca na CPI jah seria motivo de um pedido de impeachment.

A oposicao falhou severamente e o Brasil pagarah carissimo (como estah pagando esses 4 anos de Lula que voce estah achando o maximo... o problema eh que a gente soh cresce mais do que o Haiti...)

O segundo governo Lula serah um desastre. E nao eh porque eu queira e sim porque eh muito pouco provavel que o mundo continue a crescer da forma como cresceu nos ultimos 4 anos (o que Lula provavelmente acha que foi obra do governo dele) .

A proposito, oposicao existe para fazer oposicao (vide o PT antes do poder ao qual a imprensa ficava de quatro).

Imagine se Pedro Malan fosse pego em uma casa de prostituicao.... com Jeany Mary Corner e suas garotas... serah que o PT das antigas nao aproveitaria tal fato?

Imagine se o mesmo Malan ordenasse a quebra de sigilo de um pobre caseiro??

A cupula do PT se mostrou PODRE! E o presidente eh responsavel pro isto sim senhor.

A oposicao errou e o pais pagarah o preco pela sua omissao.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 17:28:00 BRT  
Anonymous Bartolomeu disse...

Paulo,

O Collor sofreu impeachment por ter comprado uma Elba (pelos menos fosse um Porche, não é? Ô mediocridade...)sem poder provar a origem do dinheiro. Estamos esperando o presidente e Okamotto chegarem a um acordo sobre se ele, Lula, sabia ou não do pagamento de sua dívida de 28 mil com o PT. Creio, inclusive, que recentemente o STF absolveu Collor daquela acusação... Também seria interessante discutir a ética de uma empresa que tem como sócia o Estado pôr dinheiro, muito dinheiro, em empresa de informática do filho (formado em Ciências ou Biologia...( do PResidente, em sociedade com dois outros filhos de líderes petistas.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 17:33:00 BRT  
Blogger Paulo C disse...

Bartolomeu,

Collor sofreu impeachment porque não tinha base política nenhuma além da que comprou (independente do que você achar que Lula fez, ele chegou ao governo apoiado pelo partido com a maior bancada da Cãmara), porque o esquema de corrupação conduzido por PC Farias incomodou interesses muito poderosos e porque tentou seduzir a mulher de seu próprio irmão. E n~çao necessariamente nesta ordem. A Elba foi só uma cereja em bolo que já estava passado.

Impeachment é um processo estritamente político - quantas manifestações populares você viu pelo impeachement de Lula? Quantos estudantes foram às ruas gritar "Fora Lula"? Quantos parlamentares sérios deram vazão a esta idéia?

Quanto ao problema Telemar, eu pessoalmente considero que o caso realmente cai numa zona ética bastante cinzenta - independente da legalidade (pelo o que eu li, não aconteceu nada de ilegal), filhos, irmãos e maridos e mulheres de presidentes não deviam sequer aparecer fora de "fotos de família" em fins de semana no Palácio durante o mandato.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 18:05:00 BRT  
Anonymous Aluna da FACHA disse...

A população jamais aceitaria o Impeachment de Lula. Ele já seduziu a populaçao. Que é na sua maioria ignorante e ainda se ilude com sorrisos.

terça-feira, 22 de agosto de 2006 21:49:00 BRT  
Blogger Angelo da C.I.A. disse...

OK, Lula não foi acusado de envolvimento com o Mensalão, logo ele é inocente.
Eu tava aqui pensando... Fernando Collor foi julgado inocente em todo o esquema PC Farias. Então ele é inocente também! Devolva-se então o mandato a Fernando Collor de Mello. Afinal de contas, se Lulla pode terminar o mandato, porque não o Collor?

terça-feira, 22 de agosto de 2006 23:56:00 BRT  
Anonymous José Augusto disse...

Alon, só não entendo porque a deferência de um artigo à opinião de um tal de Gustavo Ioschpe. É porque é economista e mestre por Yale (EUA)? Quantos economistas e mestres em renomadas universidades estrageiras não saem da fornalha todos os anos? E isso o qualifica como "formador de opinião" política influente?
Me desculpe, mas para mim Gustavo Ioschpe é tão Zé Ninguém, quanto a mim ou qualquer outro Zé Ninguém. Ele que continue falando as baboseiras que bem entender, e não vejo motivo para você dedicar seu nobre e agradável (para mim, leitor) espaço a elas.

quarta-feira, 23 de agosto de 2006 00:38:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Golpistas ponham as cabeças pra fora e dessa vez não vai ser um blefe!!! Fascistas não passarão!!!

quinta-feira, 24 de agosto de 2006 01:03:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home