terça-feira, 8 de agosto de 2006

Antes de concorrer, os blogs devem colaborar (05/08)

Numa conversa telefônica, o Ricardo Noblat me propôs que eu escrevesse um artigo semanal para o blog dele. Eu topei na hora. Até por egoísmo. O Blog do Noblat tem mais audiência do que o meu. Dias atrás, ele reproduziu um texto que escrevi sobre a lendária sorte de Itamar Franco e colocou um link para o Blog do Alon. A minha audiência subiu.

Isso tudo parece banal, mas não é. O debate sobre a democracia na comunicação algumas vezes anda por caminhos errados. Certas pessoas acham que democratizar a mídia é estabelecer mecanismos para impor aos donos de jornais, revistas, rádios e tevês o que eles devem veicular, e como. Além de revelar um viés ideológico autoritário, é um equívoco.

Mais controles não significam mais democracia na informação. O grau de liberdade na comunicação é função de duas variáveis: o número de veículos e a taxa de colaboração entre eles. Quanto mais fontes de informação, e quanto mais elas colaborarem entre si, mais liberdade. E quando falo em colaboração, isso inclui crítica aberta e fiscalização. Mas, inclui, principalmente, que os veículos se refiram uns aos outros, que dialoguem.

Uma regra não escrita da imprensa brasileira é que os barões têm autonomia dentro de seus domínios. Têm o direito supremo sobre a vida e a morte dos demais. Há gente que acha que vai acabar com isso coroando um rei para controlar os barões. Não vai não. Para usar uma terminologia marxista, eu penso que esse sistema feudal deve ser superado pela via "americana", e não pela "prussiana". Por baixo, e não por cima.

Bem, a novidade é que a Internet melhorou terrivelmente a possibilidade de isso se realizar. Por duas razões principais: reduziu a quase zero o preço do tempo e universalizou o hipertexto. Então vamos aproveitar. Acho uma bobagem os blogs ficarem brigando entre si para ver quem tem mais page-views ou unique visitors, ou para saber quem atraiu mais gente disposta a desperdiçar seu tempo comentando o que escrevemos.

Está diante de nós uma oportunidade única: reorganizar em rede a esfera da informação e da comunicação. Seria uma pena desperdiçarmos essa chance por vaidade, só para nos tornarmos baronetes de quinta categoria. No primeiro parágrafo deste texto falei em egoísmo. Menos egoísmo e mais inteligência deveria ser nossa palavra de ordem.

---------------------------------
Este texto foi produzido para o Blog do Noblat, onde escreverei semanalmente.

Clique aqui para assinar este blog (Blog do Alon).
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

5 Comentários:

Blogger Angelo da C.I.A. disse...

Parabéns por esta "conquista" Alon. Eu já escrevi isto antes até me manifestando por e-mail: Mesmo discordando de quase tudo que você escreve, reconheço em seus textos estilo e rigor argumentativo. Por isto passo sempre por aqui. Para me lembrar que há gente inteligente e fundamentada do outro lado do muro, que há gente civilizada também. ( Não que no meu "lado do muro" só existam beatos, muito pelo contrário. Eu mesmo costumo ser bastante severo em minhas críticas ao pensamento oposto ou defendendo minhas idéias. Sei lá, talvez sinal dos tempos radicalizantes em que vivemos).
Novamente, meus parabéns.

terça-feira, 8 de agosto de 2006 15:36:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Excelente!
Parabéns pelo trabalho, que é sempre, pelo que tenho visto, um trabalho de reflexão aberta, de ampla e pública ligação com as diferentes fontes de informação.
Venho recomendando-o, e não me arrependo, como melhor blog de política do Brasil aos meus alunos de Sociologia da Comunicação da Facha, no Rio de Janeiro.
Votos de sucesso no laborioso empreendimento de democratizar a informação e a sociedade.
Um abraço,
Román Goldenzweig

terça-feira, 8 de agosto de 2006 16:02:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Conheci seu blog através do blog do Noblat, e gostei muito do seu artigo e do seu blog. Vc é perspicaz na medida certa. Bom trabalho.
Liliane A. S. C.

terça-feira, 8 de agosto de 2006 16:20:00 BRT  
Blogger Steve Hunter disse...

Caro Alon.

Tomei conhecimento de seu Blog quando o Reinaldo Azevedo, em agosto ou setembro de 2005, referiu-se a você como "meu amigo". De imediato busquei no G ...

De imediato coloquei um Link seu no "meu" espaço. Visito-o com frequência. Já reproduzi artigos seus, com o link, é claro.

Teu artigo, e o tema, é pedagógico.

Vou reproduzir. É só o que faço.

Abraço!

Esquadrinhando

terça-feira, 8 de agosto de 2006 16:53:00 BRT  
Anonymous augusto disse...

Prezado Alon: Fico satisfeito com a notícia. Espero que, futuramente, você possa atingir vôos ainda maiores. Mas, não se afaste do seu nicho intelectual que, você sabe bem, é diferenciado na mesmice da nossa mídia. Quem sabe amanhã você não está no Estadão que abriga o Blog em referência. E não estou brincando, vide dois últimos artigos de Celso Ming publicados naquele jornal, muito interessantes, questionando os mitos da necessidade de uma Reforma da Previdência e da Vulnerabilidade Externa. Um abraço.

terça-feira, 8 de agosto de 2006 23:47:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home