sexta-feira, 14 de julho de 2006

A confissão do fracasso (14/07)

O PSDB e o PFL colocaram para circular a suspeita de que o Primeiro Comando da Capital (PCC) tem ligações com o PT. É uma suspeita e tanto. Se confirmada, deverá ter conseqüências graves para o petismo, eleitorais e criminais. Se não, vai ficar na história das eleições brasileiras como exemplo de jogo sujo. Não vou aqui prejulgar. Não sei os elementos que levaram tucanos e pefelistas a fazer as (quase) acusações. E, como a política passa a léguas da verdade e da justiça, talvez nunca venhamos a ter esses elementos à disposição. Aliás, quem não tiver estômago para suportar a mentira, a injustiça e a mistificação deve procurar outro ramo, bem longe da política (e, eventualmente, do jornalismo).
Apenas um detalhe me intriga nessa história. O PSDB governa São Paulo há 12 anos. Portanto, comanda a polícia de São Paulo há 12 anos. E faz só três anos e meio que tucanos e pefelistas deixaram o poder federal, onde controlavam a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e todos os demais órgãos nacionais de informação, inclusive os militares. É aterrador que, depois de tanto tempo no comando da máquina, PSDB e PFL só tenham "suspeitas".
Tinham a obrigação de possuir (e apresentar) indícios reais, provas. Se não as tiverem, e se o que dizem é verdade, estamos diante da evidência definitiva de que os organismos policiais e de informação não têm a mínima idéia do que se passa com o PCC, de suas conexões e de sua organização. Estamos diante da confissão completa do fracasso das autoridades responsáveis pela inteligência no combate ao crime, vetor essencial de qualquer política de segurança.

Clique aqui para assinar este blog (Blog do Alon).
Para inserir um comentário, clique sobre a palavra "comentários", abaixo.

15 Comentários:

Anonymous João Azevedo disse...

Acho que eles não acusaram o PT, caro Alon. Eles só "estranharam" algumas coincidências um tanto sugestivas. Vejamos: Alckmin é escolhido candidato: PCC faz sua "revolução"; Alckmin patina nas primeiras pesquisas: PCC "some"; Alckimin sobe nas pesquisas (2º turno à vista): PCC volta a atacar. Coincidência? Pode ser... Já foram reveladas conversas de membros do PCC que falam em "atacar o pessoal do PSDB": talvez nossos nietscheanos dos presídios tenham se enganado. Os perueiros de SP estão ligados ao PCC. E também estão ligados à "famiglia" Tatto! É incrível como este mundo tem coincidências, não é?

sexta-feira, 14 de julho de 2006 15:19:00 BRT  
Blogger Ricardo disse...

O caso Celso Daniel foi a gota d´água para o PSDB perceber o tipo de gente que habita o submundo petista. O PSDB entrou na história de que não poderia usar o caso politicamente, enquanto o PT sempre usou politicamente qualquer história, por mais absurda e falsa que fosse (vide as "privatizações" e a "Lista de Furnas").
Jilmar Tatto está sendo formalmente acusado de ajudar o PCC a se infiltrar nos transportes, como já ocorre em Santo André. Ontem, aqui na Teodoro Sampaio, só circulavam ônibus da Cooper Pam. Quem é Cooper Pam? Justamente a cooperativa operada pelo PCC de Jilmar Tatto, segundo seu próprio líder. Enfim, há muito se sabem das ligações entre o PT pelego-sindical e o crime organizado (há livros e livros sobre o assunto). Só porque a imprensa não divulga tais fatos não significam que não existissem, como você bem sabe.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 15:29:00 BRT  
Anonymous cláudio disse...

Caro, é Agência Brasileira de Inteligência. O "Informações" existia só no nome do SNI. E vc esqueceu de citar q os tucanos ficaram oito anos no comando da PF.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 17:01:00 BRT  
Anonymous frank disse...

Alon, vc não parece estar bem informado acerca do tema.

O Élio Gaspari já bateu nessa tecla (a predileção da bandidagem organizada pelo PT em vez de Alckmin) em sua coluna.

Gaspari pode ser tachado de tudo, menos tucano.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 17:15:00 BRT  
Anonymous Bartolomeu disse...

Ô ALon, o surpreendente é que TODOS os ataques do PCC são contra órgãos ou representantes do governo estadual. Que sorte tem o governo federal, de não ter nenhum edificio ou agente seu atacado. Aliás, não deve ser sorte, mas, sim, o fato de o governo Lula ser extremamente eficiente, ao contrário desses tucanos incompetentes que, após tantos anos no governo, não podem falar a frase "nunca antes neste Estado" em relação a nada. É ALon, "nunca antes neste país" vimos muita coisa. EU preferia continuar não vendo.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 17:31:00 BRT  
Anonymous Marcus disse...

Isso é jogo sujo e uma teoria conspiratória das mais absurdas.

E essa matéria que do Elio Gaspari que o Frank citou é mentira, não existe. Só quem falou disso foi o Josias de Souza, tucano notório.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 19:25:00 BRT  
Anonymous Marcos Simões disse...

O nome que circulou na imprensa de ligações com o PCC foi o da deputada peessedebista Zulaiê Cobra. A parlamentar teria, através de ofício ao então secretário Furukawa, pedido a transferência de um preso da organização criminosa do regime RDD para uma outra penitenciária sem esse dispositivo disciplinar. O preso foi resgatado dias depois. Ainda segundo a notícia, o detento transferido era contador da facção PCC na região de Campinas.

sexta-feira, 14 de julho de 2006 19:47:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Do blog de Reinaldo Azevedo:

"No caso de Serra, o candidato tucano ao governo limitou-se a lembrar do teor de uma reportagem da revista Veja, de que segue um trecho: “Detido, ele [o criminoso Pandora] negou pertencer ao crime organizado, mas admitiu a infiltração do PCC no setor perueiro e disse que foi por ordem de Jilmar Tatto, ex-secretário de Transportes da prefeita Marta Suplicy, que sua cooperativa incorporou integrantes da organização criminosa.” O PT não informou se também vai processar a revista."

sexta-feira, 14 de julho de 2006 19:54:00 BRT  
Anonymous jose carlos lima disse...

jose carlos lima[ jl2006@uol.com.br ]
Os midiocratas, em sua luta contra os democratas, deitam e rolam exercitando sua campanha suja. Parece um carnaval de porcos. Nem argumentos eles têm para justificar e defender suas posições políticas racistas. No entanto estão aí, sedentos para terem, de volta a rapadura. Jorge Apagão, ACM, Alckmínimo com o seu Estado-mínimo na saúde, segurança, etc. Que tal, agora uma CPI para apurar o crime orgnizado em SP. É claro que Alckmínimo, o engavetador de CPIs, não vai querer. Afinal de contas eles têm, ao seu lado, o TSE para lhes dar mais de 3 minutos diários de lambuja na TV. Têm a imprensa para publicar somente o que eles querem e assim, por exemplo, esconder sob o tapete a lista de Furnas, os 100 bilhões furtados na privataria de FHC. Sob a midiocracia os decrépitos coronéis da mídia, tendo à frente o boca suja César Maia, deitam e rolam apostando na ignôrancia do povo. Imaginam que, usando a mídia de forma criminosa, retornarão ao poder. Pensam que o México é aqui.

código 138
jose carlos lima[ jl2006@uol.com.br ]
Midiocracia x democracia.Nestas eleições, mais do que nunca, estão duas estão em jogo.No
plano internacional, a midiocracia começou com Ronald Reagan, por sinal, um egresso do mundo midiático, leia-se holywood. Um dos maiores simbolos da Era Reagan são os Contras da Nicarágua lutando para derrubar o governo socialista de Daniel Ortega.Por sinal, foi a mídia, através dos meios de comunicação de Violeta Chamorro que derrubou Ortega.Indo mais distante ainda no tempo, podemos verficar que,no caso brasileiro, o grito da independência de fato nem existiu, a não ser apenas na mídia.Da mesma forma, a república foi proclamada apenas nos jornais da época. O Imperador, ao acordar, leu os jornais e, vendo a república proclamada na imprensa, bateu em retirada de volta a Portugal.Na verdade, nem no caso do grito da independência nem da proclamação não houve nem uma escaramuça, nenhum tiro.A não ser nos jornais.É assim neste país surrealista.Acontece cada coisa nos jornais!

código 137
jose carlos[ jl2006@uol.com.br ]
PCC, filho do Estado-mínimo na saúde, educação, segurança...

Teremos uma imprensa livre somente quando tivermos democracia econômica ou podemos lutar por isso agora? Ao lutarmos por isso estaremos lutando contra os coronéis da mídia. Precisamos de uma nova abolição. Este ponto, democracia econômica, Brasil Mais Rico com distribuição de renda, que é o que Lula está fazendo, é o verdadeiro motivo do pavor desta elite cínica e perversa contra Lula. Assim como ocorreu recentemente no México, esta direitona decrépita, que parecia estar morta de tanta podridão, mostra suas garras através da boca nojenta de Bornhausen, assessorado sim, por "especialistas" neste tipo de campanha. Tais especialistas neste tipo de jogo sujo já estiveram aqui para, através da mentira, do terrorismo e, principalmente, do mau uso dos meios de comunicação, eleger o pior, ou seja, Collor. Deu no que deu. Já vimos este filme.


Tais especialistas em campanha suja, o que nos faz lembrar os Contra da Nicarágua, financiados por Ronald Reagan para derrubar a revolução sandinista, valem-se de tudo, inclusive do terrorismo. Ele existem e, no entanto, ninguém os vê. Agem nas sombras, no subterrâneo. São tão ocultos quanto o PCC. Com certeza, depois de terem dado uma mãozinha para Calderon, cuja campanha foi a repetição da que estamos assistindo no Brasil. Portanto, abramos o olho contra estas estes espíritos das sombras, estas forças invisíveis. Assim como o PCC, tais "especialistas" em campanha suja, vivem no subterrâneo. Assim como o PCC e outros grupos mafiosos. Não tendo conseguido vencer através do voto, apelam para a fraude. Isto ocorreu no México e, como todos nós sabemos, nos EUA, quando Condolezza Rice, com poder de decidir a contenda, decidiu a favor de Bush, tendo sido agraciada posteriormente com o cargo que ocupa hoje. Será que é pelo fato de serem tão fortes, nada faremos pra mudar isso? (cont...)



Não temos nada a fazer contra o poder estabelecido pelos coronéis da máfia organizada, digo mídia organizada? Vamos deixar por isso mesmo? Não surgirá deste descalabro nada novo, nenhuma organização social contra este atentado contra a nossa cidadania? Temos sim, direito e, é obrigação dos meios de comunicação, como concessionários de serviço público, nos fornecer uma imprensa livre, não partidarizada, ética, imparcial, enfim, uma imprensa livre, independente. Isto é, sem dúvida, um dos principais requisitos da cidadania. Sem isso, não podemos dizer que vivemos numa democracia. Até quando assistiremos impávidos, passivos, a este poder destruidor dos coronéis da mídia? Interessante notar a combinação da máfia nos meios de comunicação que, apesar de ser um serviço de concessão pública, não nos respeita: primeiro veio Bornhausen, depois José Jorge Apagão, Serra e Alckmínimo. O trio defensor do Estado-mínimo na educação, segurança, saúde, a verdadeira causa do PCC. ( cont...)

Decrépitos coronéis da mídia agem em ação combinada.Nota-se que são organizados quanto o PCC, fruto da inexistência do Estado.O PCC não surgiu por causa da "subida de Alckmin nas pesquisas"como diz o PFL/PSDB e sim a falta de ações competentes em áreas que vão da saúde à segurança pública, passando pela cultura. No entanto, com o beneplácito da Folha, os coronéis da imprensa insistem em, como avestruzes, encotrar outros motivos e, assim, esconder o rosto na areia deixando apenas o traseiro de fora. Lutemos por uma imprensa limpa, um direito nosso que, como tal, não será concedido. Como dizem, direito a gente não ganha, a gente conquista. Esta luta tem sabor de luta por uma nova abolição. Afinal de conta, o México não é aqui.Que esta indignação seja o começo de uma mudança. Caso contrário, os bandidos da mídia continuarão morrendo de rir da nossa vã crença de que vivemos numa democracia. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Colonialismo, oligarquia, império...Em momentos da história, aves de rapina agiram. De um lado, os regressistas, os urubus e, do outro, os progressistas lutando, por exemplo, pela abolição da escravatura. Os liberais, não os liberais de hoje do PFL mas os primeiros liberais, lutaram ao lado dos socialistas contra o regime escravista.Contra o progresso, os regressistas hoje incrustados no PFL/PSDB. Não é à toa que fomos o último país a abolir a escravatura, um direito não concedido pela Izabel, a princesa bondosa, mas conquistado, por exemplo, por Castro Alves, um poeta. A força regressista é intensa, cruel, dominadora. Como faz o PFL/PSDB, eles fazem uso errado da imprensa para se perpetuarem no poder. É a midiocracia. Como ocorreu no México, se o terrorismo eleitoral através da mídia não for suficiente para se perpeturarem no poder, praticam a fraude.Ainda assim há quem diga que vivemos numa democracia.Estamos sim, numa midiocracia onde todo o poder emana da mídia, jamais do povo.

código 116

sexta-feira, 14 de julho de 2006 19:55:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Américo disse...
Alon você esta aliviando, dar crédito a esta armação que esta em processo nestas eleições ofende a nossa inteligência. Esta acusação contra o pt é mais uma das armações da direita ensandecida que a 500 anos manda neste pais e usa de todos os meios para alcançar seus fétidos objetivos. Isto esta me cheirando a golpe, como já praticaram neste pais. Tudo isto com a cumplicidade dos jornalecos da dita grande imprensa, neste caso também golpista, com o mesmo tipo de comportamento que teve a elite venezuelana no golpe contra o Chavez, o método é o mesmo. É só ver como a folha noticiou a declaração do pflista vinculando as ações do pt ao pcc, no finalzinho da matéria o "jornalista" da folha diz que procurou o presidente do pt e o lider do pt na câmara e não encontrou. Não encontrou mesmo ou não quis encontrar??? Se o cara fosse mesmo jornalista teria perguntado ao insano declarante se ele tinha provas das falsas acusações que fazia, porque se formos ficar só com ilações pelas declarações do pflista, o senador "Essa Raça" Bornhausen posso chegar a conclusão que ele é facista, racista etc e aqueles que concordamcom suas declarações também o são. Concluindo onde esta a culpa??? Na própria incompetência do governo psdb que a 12 anos vem desgovernando o estado de São Paulo e pelo que se vê não tem nenhum controle sobre a questão de segurança. Sem falar da idiotice que o serra disse comentando a noticia a coisa é bem estruturada e encadeada, se eles tivessem a mesma competencia que tem para lançar merda no ventilador para resolver a segurança de São Paulo talvez a situação estivesse melhor. Na realidade além de mentirosos eles são incompetentes.

sábado, 15 de julho de 2006 01:03:00 BRT  
Anonymous jose carlos lima disse...

O governo de SP deixa o PCC usar celulares para, de dentro das prisões estaduais, dar ordens para ataques contra os paulistas. Ainda assim tentam fazer-nos acreditar que o culpado é o Lula. Enquanto os paulistas morrem Alckmin sobe nas pesquisas. Milagre da Folha, que abriu suas páginas para mentiras e trambicagens contra Lula.É esta nossa imprensa "democrática."
Aqui acontece cada coisa no jornal...O Grito do Ipiranga, dizem as más linguas, mas acho que é verdade, foi gritado apenas no jornal.Aquela pintura de Dom Pedro às margens do Ipirnga, só existiu na pintura mesmo.O tal grito foi dado apenas no papel. Por aqui acontece cada coisa! Prá não dizer da Proclamação da República que, assim como o Grito do Ipiranga, restringiu-se também à´papelada. Temos mil motivos para não acreditarmos nos nossos meios de comunicação que, secularmente contruiram, com muitas tramóias e, do seu jeito, este país. Todo cuidado é pouco quando o assunto é noticiado no jornal. Não acredito.

sábado, 15 de julho de 2006 05:13:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Mas, afinal a imprensa não é uma concessão do Estado??? Os governantes distribuiem ao bel prazer para beneficios eleitoreiros, usa-se como moeda de troca desde Cabral. A parcialidade ou imparcialidade vai de acordo com interesses mutuos, assim como os caixas de campanhas são abastecidos pelos empresarios em candidatos A+B+C mais bem posicionados, eles nunca põe os pés só num barco. Então a cada 4 anos vamos ter estes festivais de besteiras verbais dos donos do poder que ora estão na situação e ora estarão na oposição. E daqui a mil anos estaremos falando este é um país do futuro, frase que foi dito por um conferencista em 1989.
Yoshio - Japão

sábado, 15 de julho de 2006 06:57:00 BRT  
Anonymous Frank disse...

Tentei catar a coluna do Gaspari na internet, sem sucesso.

No entanto, consegui descobrir que se trata de uma coluna publicada em 11/06/06, n'O Globo.

Quem for assinante, e quiser/puder pagar pela coluna no arquivo Premium do Globo, boa sorte.

domingo, 16 de julho de 2006 10:38:00 BRT  
Anonymous Mario A. Filho disse...

A coluna de Élio Gaspari, de 11/06/2006: "Saulo de Castro foi a versão veloz de Delúbio".

http://clipping.planejamento.gov.br/Noticias.asp?NOTCod=274390#

Mário.

http://www.panoramablogmario.blogger.com.br

terça-feira, 25 de julho de 2006 22:10:00 BRT  
Anonymous Frank disse...

O trecho é o que segue:
AVISO AMIGO
Se o PCC puder, fará uma nova rebelião em São Paulo antes de outubro. No conta da bandidagem, a eleição de Geraldo Alckmin significaria o cumprimento da promessa da construção de presídios federais de segurança máxima.

sexta-feira, 28 de julho de 2006 22:41:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home