quarta-feira, 15 de março de 2006

Um outro Suplicy no pôquer paulista (15/03)

Caciques petistas tateiam em torno de uma possível candidatura de Eduardo Suplicy ao governo de São Paulo. A notícia está (para assinantes) no Painel da Folha de S.Paulo de hoje. Transcrevo:

"Plano O
Anunciado Alckmin para presidente e aberta a perspectiva de Serra concorrer ao governo, um general petista telefonou para Marta Suplicy com a seguinte proposta: ela abriria mão de sua candidatura estadual em favor do ex-marido, Eduardo, e o PT iria de Orestes Quércia para o Senado, costurando assim o apoio de um naco substancial do PMDB à reeleição de Lula.

Vamos ver
Marta ouviu tudo e, polidamente, sugeriu esperar até 2 de abril, quando estarão definidas as desincompatibilizações, antes de retomar qualquer conversa."

As cartas do PSDB já estão na mesa, mas o PT ainda tem cartas a abrir. No pôquer paulista, a coisa está ficando (ainda mais) perigosa para os tucanos.

3 Comentários:

Blogger Ricardo disse...

Suplicy não tem chance como executivo. Já foi testado uma vez e tomou lavada. Agora, com o PT na lama, menos ainda.
Mas espero que o PT vá com qualquer candidato: em SP, é pato manco. Só não vê quem não quer. Basta observar a taxa de indecisos e nulos para sacar que os eleitores esperam a sinalização do PSDB para embarcar na onda.

quarta-feira, 15 de março de 2006 13:13:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

Discordo. Se até Lula empata com Geraldo Alckmin em São Paulo, como mostram as pesquisas, por que São Paulo não votaria num cara como o Suplicy? Esses tucanos estão de salto alto. Quando acordare, vão ver que o eleitor de São Paulo não é propriedade privada deles. O governador Alckmin é excelente, assim como o prefeito Serra. Mas se o PT apresentar alguém limpo, por que não?

quarta-feira, 15 de março de 2006 13:24:00 BRT  
Anonymous Anônimo disse...

O PT apoiando o Quércia para a "vaga" do Suplicy?? Essa eu quero ver..

quinta-feira, 16 de março de 2006 13:30:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home