quinta-feira, 23 de março de 2006

"Seguindo os princípios da probidade, renuncio a meu posto" (23/03)

Não é no Brasil, é na Índia. A líder do Partido do Congresso, Sonia Gandhi, deixou sua cadeira no Parlamento para evitar que ataques contra ela deflagrassem uma crise política. Ela é acusada de receber proventos decorrentes da participação em conselhos de empresas, o que a lei indiana veda a parlamentares. A italiana de nascimento (na foto, em entrevista à TV), que virou líder política na Índia após seu marido (Rajiv, filho de Indira Gandhi) ser assassinado, vai tentar retomar sua cadeira nas urnas.

Clique aqui para assinar este blog.

1 Comentários:

Anonymous Ricardo disse...

Ou seja, ela fez o que Dirceu acha normal.

quinta-feira, 23 de março de 2006 16:13:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home