sexta-feira, 24 de março de 2006

Palocci luta (24/03)

Antonio Palocci falou por cerca de 40 minutos aos empresários na Câmara Americana da Comércio (Amcham) e ao país, pela tevê. A estratégia do ministro está clara:

1) Ele riscou no chão uma linha demarcatória entre as questões pessoais e sua função de ministro da Fazenda. Funciona como uma vacina. Encontrem o que encontrarem sobre sua vida particular, Palocci diz que vai agüentar o tranco e ficar no cargo. Façam suas apostas.

2) Ele previu que a campanha eleitoral será sangrenta (não chega a ser novidade) e colocou-se como co-fiador (junto com Lula) da preservação dos fundamentos da economia. Um Pedro Malan para Lula. O recado para a oposição é claro: "se vocês acham que vão ganhar a eleição, é melhor que assumam com uma economia organizada. E eu posso garantir isso a vocês".

3) Ao desfilar números e números sobre sua gestão, deixou claro que não vai abrir mão do capital político que acumulou com a condução da Fazenda. Um dia essas denúncias estarão esquecidas, mas os resultados econômicos de 2003 para cá serão a plataforma de lançamento dos novos projetos do político Palocci, como ele mesmo se definiu.

Clique aqui para assinar este blog.

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home