sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006

Para os amigos, a lei; para os inimigos, o vale-tudo (03/02)

O PT e o PCdoB festejam em seus sites a chamada “Lista de Furnas”, com uma relação de políticos da base do então presidente Fernando Henrique Cardoso que teriam, supostamente, recebido dinheiro (caixa 2) de fornecedores da estatal para a campanha eleitoral de 2002. A autenticidade da lista ainda não foi comprovada.
O PT é mais discreto. Apenas estampa em sua página inicial o link “Cartórios: Lista de Furnas é autêntica”. O PCdoB faz um grande esforço de edição. Toda a parte superior da página inicial do site Vermelho (oficial do partido) está tomada com chamadas, além de uma charge e um gáfico. A manchete é “Enfim o caixa 2 tucano? – Quem é quem e quem recebeu quanto no caixa 2 da Lista de Furnas” (clique na imagem).
O PT e o PCdoB passaram o ano de 2005 protestando contra o “denuncismo” e a falta de provas nas acusações sobre o suposto mensalão. Uma pesquisa rápida no Vermelho mostra 119 ocorrências para “sem provas”. No site do PT, fazer a pesquisa é mais complicado. É necessário rolar a página e selecionar a busca para “notícias”. No ano de 2005, “sem provas” retorna 172 resultados.
“Denuncismo” aparece no Vermelho 63 vezes. No site do PT, 30 vezes só nas notícias de 2005 para cá.
Pelo visto, PT e PCdoB têm dois códigos de conduta cada um. Para os amigos, valem as regras saudáveis do Estado de Direito. Para os adversários, sobra o vale-tudo. Nem nisso são diferentes dos tucanos.

1 Comentários:

Anonymous Aluizio Amorim disse...

Alon,

o nivelamento por baixo é melancólico. Mas esta é a regra, confirmada por raríssimas exceções.
Nas minhas contas, este é e será sempre o Brasil. Haverão de surgir ilhas de excelência, prosperidade e civilidade enquanto o entorno continuará a ser um eterno lodaçal de corrupção e safadeza.

Cordial abraço do
Aluízio Amorim
http://oquepensaaluizio.zip.net

sábado, 4 de fevereiro de 2006 03:39:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home