quarta-feira, 1 de fevereiro de 2006

Os benefícios da continuidade (01/02)

Pergunte a um petista, dos governistas, por que a economia vai razoavelmente bem e ele responderá que isso se deve ao PT estar no governo. Faça a mesma pergunta a um tucano e ele dirá que as bases do cenário atual foram construídas pelos dois governos de Fernando Henrique Cardoso. A verdade deve estar em algum ponto intermediário. Talvez nossos avanços derivem de o país ter conseguido manter alguma coerência econômica (leia-se responsabilidade fiscal) durante tempo suficientemente longo (desde 1999). Sobre isso, vale a pena ler a coluna de hoje de Cristiano Romero no Valor Econômico.

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home