sábado, 18 de fevereiro de 2006

O Hamas toma posse, Israel observa (18/02)

Israel resolveu esperar pela posse, hoje, do novo Parlamento palestino, controlado pelo Hamas, para decidir sobre possíveis sanções, como bloqueio de recursos financeiros e proibição de trânsito entre Gaza e Cisjordânia. Clique aqui para ler mais. O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, pediu ao Hamas que endosse os acordos assinados por Yasser Arafat com Israel.

Informação adicionada em 18/02, às 13h30: Deu a lógica. O Hamas rejeitou o pedido de Abbas. Espera-se agora pela reação de Israel.

Notas relacionadas neste blog:

O Hamas toma posse, Israel observa (18/02)

Duas táticas na relação com o Hamas e uma visão tardia sobre a invasão soviética no Afeganistão (10/02)

Novosti: Como o tratamento ao Irã e ao Hamas lembra o Pacto de Munique (06/02)


Hamas dá sinais de moderação tática (06/02)

Hamas diz que jamais aceitará Israel (03/02)

Quarteto exige que Hamas renuncie à violência e reconheça Israel (30/01)

O papel do voto distrital na vitória do Hamas (29/01)

Palpites sobre o Oriente Médio (29/01)

Reação cuidadosa do mundo à vitória do Hamas (27/01)

EUA pedem que Hamas renuncie à violência e aceite Israel (26/01)

As conseqüências da vitória do Hamas (26/01)

Palestina: Sem maioria absoluta para Fatah ou Hamas (25/01)

O que dizem as pesquisas na Palestina (25/01)

Eleições no mundo mostram divisão Norte-Sul (23/01)

Hamas aumenta favoritismo para as eleições palestinas (22/01)

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home