domingo, 19 de fevereiro de 2006

Israel x Hamas: Segue a escalada (19/02)

Assim como entre os palestinos, também no lado israelense deu a lógica. Após a posse do novo parlamento da Palestina, dominado pelo Hamas, Israel disse que a Autoridade Palestina agora é uma "autoridade terrorista" e decidiu aplicar sanções, como o bloqueio de fundos e mais rigidez no controle das "fronteiras". Mas não aprovou a proibição do tráfego entre Gaza e Cisjordânia. E Ismail Haniya está indicado para ser o novo primeiro-ministro palestino. Clique aqui para ler mais.

Notas relacionadas neste blog:

Israel x Hamas: Segue a escalada (19/02)

O Hamas toma posse, Israel observa (18/02)

Duas táticas na relação com o Hamas e uma visão tardia sobre a invasão soviética no Afeganistão (10/02)

Novosti: Como o tratamento ao Irã e ao Hamas lembra o Pacto de Munique (06/02)


Hamas dá sinais de moderação tática (06/02)

Hamas diz que jamais aceitará Israel (03/02)

Quarteto exige que Hamas renuncie à violência e reconheça Israel (30/01)

O papel do voto distrital na vitória do Hamas (29/01)

Palpites sobre o Oriente Médio (29/01)

EUA pedem que Hamas renuncie à violência e aceite Israel (26/01)

As conseqüências da vitória do Hamas (26/01)

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home