sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006

Hamas diz que jamais aceitará Israel (03/02)

O Hamas jamais reconhecerá o direito de Israel à existência. Foi o que reafirmou hoje o líder do grupo, Khaled Mashaal, em comentários publicados numa coluna do jornal palestino al-Hayat al-Jadida. "Nunca reconheceremos a legitimidade do estado sionista que se estabeleceu em nossa terra", diz Mashaal. Desde que venceu as eleições e credenciou-se a formar um novo governo na Autoridade Palestina, o Hamas vem sendo pressionado pelos Estados Unidos, União Européia e países árabes como Egito e Jordânia a reconhecer Israel e abandonar a violência como método de ação política. O Hamas defende o estabelecimento de uma república islâmica no território que hoje abarca Israel, Gaza e e Cisjordânia. Clique aqui para ler mais.

Notas relacionadas nste blog (Palestina):

Hamas diz que jamais aceitará Israel (03/02)

Quarteto exige que Hamas renuncie à violência e reconheça Israel (30/01)

O papel do voto distrital na vitória do Hamas (29/01)

Palpites sobre o Oriente Médio (29/01)

Reação cuidadosa do mundo à vitória do Hamas (27/01)

EUA pedem que Hamas renuncie à violência e aceite Israel (26/01)

As conseqüências da vitória do Hamas (26/01)

Palestina: Sem maioria absoluta para Fatah ou Hamas (25/01)

O que dizem as pesquisas na Palestina (25/01)

Eleições no mundo mostram divisão Norte-Sul (23/01)

Hamas aumenta favoritismo para as eleições palestinas (22/01)

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home