terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

Editorial de O Estado de S.Paulo critica a publicação das caricaturas de Muhammad (07/02)

Editorial (Notas & Informações) de O Estado de S.Paulo é uma espécie de "outro lado" na polêmica sobre a caricaturização de Muhammad. O título é "Jornalismo irresponsável". Transcrevo um trecho:
"(...) ao acrescentar à caricatura do profeta o símbolo universal da violência indistinta, o desenhista e o seu jornal não se limitaram a escarnecer de um credo. A sua estereotipada mensagem é inequívoca: islamismo e terrorismo são uma coisa só, todo muçulmano é terrorista. A isso se chama islamofobia, uma expressão de hostilidade racial que, como todas as demais, deveria merecer o vivo repúdio do mundo civilizado. É verdade que, em razão do conflito israelense-palestino, a cultura popular nos países muçulmanos vem se encharcando de anti-semitismo. Isso, no entanto, não atenua a ofensa praticada por um órgão de imprensa de um país tido como um dos mais iluminados do mundo.
Pior foi a espantosa decisão de órgãos da imprensa do porte do alemão Die Welt e dos franceses Le Monde e France-Soir de republicar a charge inflamatória para se solidarizar com o Morgenavisen Jyllands-Posten (que por sinal se desculpou pela desfeita) e para afirmar o princípio da liberdade de imprensa - uma raridade nos países muçulmanos. O Ocidente não seria o que é, efetivamente, sem o direito à livre circulação de idéias, opiniões, informações e expressões artísticas. Mesmo esse pilar das sociedades democráticas, porém, não existe no vácuo. Nas palavras do jornal londrino The Guardian, "há limites e fronteiras - de gosto, leis, convenções, princípios ou juízos. Nada disso pode ser automaticamente desconsiderado invocando-se o valor maior. O direito de publicar não obriga a fazêlo".

Para ler o editorial, clique aqui.

Notas relacionadas neste blog:

Editorial de O Estado de S.Paulo critica a publicação das caricaturas de Muhammad (07/02)

Editor do France Soir é demitido; Wikipedia traz cobertura completa sobre o caso das caricaturas de Muhammad (02/02)

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home