quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

Confusão entre os vizinhos, cadê Lula? (22/02)

O presidente Lula gosta de se vangloriar do protagonismo do Brasil, adora ir à África, mas está omisso na grave crise que opõe o governo de esquerda do Uruguai ao governo peronista da Argentina. Está no Valor Econômico de hoje:

"Uruguai diz que vai à OEA contra a Argentina

O Uruguai anunciou que vai recorrer à Organização dos Estados Americanos (OEA) e à ONU por causa dos prejuízos econômicos que o país vem sofrendo com os bloqueios mantidos por ambientalistas argentinos nas pontes internacionais sobre o rio Uruguai, fronteira entre os dois países.
Os protestos ocorrem há quase duas semanas contra a construção de duas usinas de celulose em Fray Bentos, uma da empresa finlandesa Botnia e outra da espanhola Ence, a cerca de 300 km da capital uruguaia, Montevidéu.
A decisão foi ratificada pelo presidente Tabaré Vázquez numa reunião no Conselho de Ministros. O presidente estudava a medida desde a semana passada.
A Argentina diz que pode levar a polêmica à Corte Internacional de Haia. A Suprema Corte do país se disse incompetente para apreciar uma ação da Província de Entre Rios contra a construção das usinas. A ação pedia a intervenção judicial sob a alegação de que as usinas tinham a "intenção de poluir".
Vázquez anunciou a seus ministros que essa semana seu governo entregará ao secretário-geral da OEA, o chileno José Miguel Insulza, uma solicitação para que o organismo intervenha no caso. Ela conterá informações técnicas e ambientais sobre as usinas de celulose, os resultados das diferentes instâncias de negociação com a Argentina e uma explicação sobre os bloqueios de estradas e os prejuízos para a economia uruguaia.
O presidente manifestou também sua indisposição com seu colega argentino, Néstor Kirchner, por não ter respondido a uma carta enviada na semana passada solicitando uma garantia de livre trânsito ao país.
A Assembléia Ambiental da cidade argentina de Gualeguaychú, na província de Entre Ríos, está bloqueando, desde o início de janeiro, as estradas de acesso às pontes internacionais General San Martín e General Artigas, que ligam Uruguai e Argentina.
O possível dano das usinas ao meio ambiente vem sendo motivo de conflito entre os dois países desde o ano passado. Os projetos representam um investimento de US$ 1,8 bilhão no Uruguai."

Clique aqui para ir a uma página especial na Wikipedia sobre o conflito.

1 Comentários:

Anonymous Paulo Sciarra disse...

Li na Wikipedia! Puxa vida, os dois estão quase em guerra e os jornais nem aí!!!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006 16:34:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home